Villeneuve chama Albon de “pior segundo piloto da história da Red Bull”

Alexander Albon foi alvo dos comentários ácidos de Jacques Villeneuve. O campeão de 1997 disse que o jovem só está na Red Bull pela ascendência tailandesa, e não pela pilotagem

Jacques Villeneuve voltou a dar as caras, e não foi para fazer comentários elogiosos. O campeão de 1997 manteve as tradicionais falas ácidas, agora apontando os canhões contra Alexander Albon: de acordo com Villeneuve, o tailandês é o pior segundo piloto que já passou por Milton Keynes.

O argumento de Villeneuve é que Albon, ao contrário de outros segundões da história da Red Bull, recebeu apoio da chefia para encontrar uma boa forma. Ainda assim, chega ao fim de 2020 flertando perigosamente com a demissão.

“O Albon é o pior segundo piloto na história da Red Bull”, afirmou Villeneuve, falando à Sky Italia. “Ele está piorando, mesmo com eles tentando ajudar. Ele é protegido pela chefia e sempre ouve palavras de confiança, mas ele certamente não está no nível que um piloto da Red Bull deveria ter”, seguiu.

Jacques Villeneuve atacou Alexander Albon (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Ainda de acordo com Villeneuve, o que evitou uma demissão precoce de Albon foi a nacionalidade. O piloto nasceu no Reino Unido, mas é de família tailandesa. A marca de energéticos Red Bull tem suas raízes no país asiático.

“Ele só está lá por causa do passaporte. Eles [tailandeses] são donos de metade da companhia, por isso que ele é protegido”, atacou Villeneuve.

Beneficiado pela nacionalidade ou não, Albon está longe de ter vida fácil na Red Bull. O tailandês se mostra errático e ainda não tem contrato renovado para 2021. A equipe já falou abertamente na possibilidade de trazer Nico Hülkenberg ou Sergio Pérez para tomar a vaga na próxima temporada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube