Villeneuve vê acerto da Williams em liberar Bottas para Mercedes e chamar Massa de volta para temporada 2017

Campeão do mundo em 1997, Jacques Villeneuve acha que a Williams vai tomar um correto se realmente liberar Valtteri Bottas para a Mercedes e promover a volta de Felipe Massa. O canadense exaltou a experiência do brasileiro em um ano de mudanças de regras na F1

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Ao contrário dos ex-pilotos Jean Alesi e Gerhard Berger, o campeão do mundo de 1997, Jacques Villeneuve, acredita que a Williams vai tomar uma decisão correta se deixar mesmo Valtteri Bottas se juntar à Mercedes e substituí-lo por Felipe Massa, especialmente se o negócio todo envolver um desconto no fornecimento dos motores. A equipe inglesa utiliza as unidades da montadora alemã desde 2014, quando a F1 passou a usar os V6 híbridos.

 
O finlandês de 27 anos é o favorito à vaga de Nico Rosberg, que decidiu se aposentar do esporte depois da conquista do título mundial no ano passado. A equipe prateada estudou diversos nomes para ocupar o lugar do alemão, mas, no fim, a escolha parece reduzida apenas a Bottas e ao jovem Pascal Wehrlein – piloto do programa de pilotos da Mercedes.
 
Só que a opção por Valtteri incorre também na vinda de Massa. Sem piloto experiente para conduzir a esquadra em um ano de mudanças drásticas de regulamento, a Williams foi atrás do brasileiro, que também garantiria a boa relação com a patrocinadora-máster do time, a Martini. Como revelou o GRANDE PRÊMIO no mês passado, Felipe aceitou voltar e adiar a aposentadoria, mas desde que o ex-companheiro seja mesmo o escolhido pelos tricampeões.
Massa e Bottas foram os companheiros de Williams nas últimas três temporadas (Foto: Williams)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"Definitivamente, seria algo muito bom. Massa contribuiu muito para a equipe com sua experiência e atitude e Bottas é um piloto de Toto Wolff de qualquer maneira, então não seria algo muito surpreendente", afirmou o canadense em entrevista à emissora inglesa Sky Sports News.

 
"Acho que, em um futuro a médio prazo, o piloto da equipe é Lance Stroll, então para um piloto como ele, é melhor ter um piloto experiente como Felipe a seu lado, para ajudá-lo", completou.
 
Villeneuve também analisou a possível parceria entre Lewis Hamilton e Bottas na Mercedes. Para Jacques, a habilidade do finlandês em desafiar o inglês vai depender muito da maneira como o tricampeão vai enxergar o colega de equipe. "Lewis é definitivamente o favorito ao título. Ele perdeu o campeonato no ano passado e tenho certeza de que sentiu muito a derrota, então ele vai voltar ainda mais agressivo nesta temporada."
 
"Por isso, tudo vai depender se Lewis respeita ou não Valtteri como piloto. Porque se ele não respeitar, então provavelmente ele não vai tornar as coisas fáceis. Então, tudo vai depender disso", encerrou.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube