Williams se prepara para ida de Russell para Mercedes em 2022 e traça plano B

Jost Capito, CEO da Williams, afirmou que a equipe já traça planos para o caso de a saída de George Russell para a Mercedes se concretizar. Apesar de já ter as alternativas, o diretor-executivo garante que nada será posto em prática antes da hora

Verstappen sobra e crava pole em casa: a classificação do GP da Estíria de F1 (Foto: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Na esteira dos rumores que cada vez mais aproximam George Russell da Mercedes, sendo o substituto de Valtteri Bottas em 2022, a Williams já realiza seus movimentos e afirma: tem, sim, planos reservas no planejamento caso o britânico deixe a equipe no fim do ano.

Em entrevista veiculada pelo portal RaceFans, Jost Capito, diretor-executivo da equipe de Grove, comentou sobre o posicionamento interno da Williams e dos planos traçados caso Russell realmente deixe a equipe. Capito ressaltou que, apesar de ainda não ter nada concreto, a Williams já traça planos alternativos. Estes serão postos em prática a partir do momento que a Mercedes sinalizar uma oferta concreta por Russell.

“Com certeza, se ele tiver uma chance de ir para a Mercedes, seria estúpido recusar a proposta. Mas se ele não tivesse essa chance, creio que ele ficaria bem feliz em continuar na Williams. E isso é o que podemos trabalhar e nos agarrar”, analisou.

“Sempre que o contrato de um piloto acaba, sempre, ou eles deixam a equipe ou eles continuam. É uma situação normal. Claro que temos de ter um plano B, pois vemos claramente que a Mercedes tem a intenção de fazer uma proposta para ele. Mas no momento, não vejo a necessidade de tomar uma atitude antes da Mercedes decidir o que irá fazer”, disse.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Como ficou o grid de largada do GP da Estíria de Fórmula 1

JOST CAPITO; WILLIAMS; FÓRMULA 1; F1 2021;
Jost Capito assumiu em 2021 como novo CEO da Williams. Agora também será chefe de equipe (Foto: Williams)

Com os rumores de ida para a Mercedes ganhando força, Russell afirma que não pensa no futuro e que se mantém concentrado na Williams e no atual campeonato. Deixando para o futuro, assim, a responsabilidade de tomar a decisão e selar o futuro na Fórmula 1. O britânico de 23 anos ainda ressaltou que a certeza de que continuará na categoria, seja por Williams ou Mercedes, traz conforto e a chance de focar no que importa: correr.

“No momento, estou focado apenas em guiar, para ser sincero. Nenhuma discussão começou, apenas penso de corrida em corrida. Quando o momento certo chegar, vou começar a conversar comigo mesmo e com os meus empresários, com a parte que for. Obviamente, a Mercedes me empresaria, então, como disse na última semana, apenas estou animado a cada corrida, olhando para o futuro, obviamente”, declarou Russell.

“Mas estou confiante em continuar na Fórmula 1 no próximo ano, o que não me deixa preocupado e me permite dar o meu melhor a cada fim de semana de corrida. É ótimo poder correr sem ter preocupações neste sentido”, disse.

Russell também aproveitou a oportunidade para elogiar o trabalho de Jost Capito, novo CEO da equipe, que segundo o britânico faz um trabalho muito digno a fim de reerguer a Williams, traçando metas a médio e longo prazo.

“Estou realmente confiante. Tudo que vi aqui desde a chegada dos novos donos foi fantástico, sendo honesto. Eles simplesmente não estão cometendo erros e fazem as coisas da forma correta. Não estão apressando as coisas, o que considero importante, e estão seguindo os passos certos, nos momentos certos, com um objetivo a médio e longo prazo para a equipe muito definido”, analisou.

“Eles querem vencer. Pode parecer bobo no momento, mas temos a mudança no regulamento técnico chegando no próximo ano, eles estão acertando a parte financeira para realmente mover a equipe na direção certa, melhorando o que se tem que melhorar. Não tem nenhum motivo para que no futuro a Williams não possa voltar a lutar na frente do grid”, concluiu.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar