Alpine destaca promessas da F2, mas vê subida para F1 dependente de Alonso e Ocon

A Alpine conta, em 2021, com três pilotos da academia no grid da Fórmula 2. E já começa a pensar em alternativas para eles caso decida seguir com Fernando Alonso e Esteban Ocon por mais uma temporada

Na Fórmula 1, a Alpine possui dois pilotos com experiência no grid. Um deles é ninguém menos que Fernando Alonso, bicampeão da categoria e que retorna após dois anos ausentes, enquanto Esteban Ocon — na F1 desde 2016 — completa a dupla da equipe. Na F2, porém, a montadora possui três pilotos de sua academia disputando o título e uma chance na categoria principal.

Guanyu Zhou segue titular na UNI-Virtuosi, assim como Chrsitan Lundgaard manteve o posto na ART. A novidade é o acréscimo de Oscar Piastri, campeão da F3, que ganhou espaço na Prema para esta temporada da Fórmula 2.

Para Mia Sharizman, diretor da Academia da Alpine, a equipe está em conversas com rivais para encontrar espaços para os jovens pilotos em outras escuderias enquanto decide se continua com Alonso e Ocon por mais um ano.

OSCAR PIASTRI; FÓRMULA 2; PREMA;
Oscar Piastri vai seguir na Prema para disputar a temporada 2020 da Fórmula 2 (Foto: FIA Fórmula 2)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Da nossa parte, o momento certo é tudo. Nós sabemos qual o momento ideal em termos de subir um degrau. Sim, estamos no momento com três pilotos na F2 que são capazes de brigar pelo título”, afirmou Sharizman.

“E, sim, estamos vendo e nos antecipando isso [uma ida à F1]. Isso obviamente começa neste ano, para alçar o trio [à F1 no futuro]. É algo que não posso divulgar muito, mas, sim, obviamente temos nossa equipe e nossas vagas que controlamos, mas estamos observando os pilotos da F2. Ao mesmo tempo, vemos a F1 como um mercado”, completou.

O dirigente ainda comentou sobre a presença de Guanyu Zhou na academia nos últimos dois anos. Em 2021, o chinês chega ao terceiro ano com a Alpine, então chamada de Renault, que espera explorar o valioso mercado chinês com o piloto.

“Começamos o projeto há três anos. Nós não vamos ver outro piloto chinês [com o futuro do Zhou] nos próximos 15 ou 20 anos, seja na Fórmula 4, Fórmula 3 ou Fórmula 2”, finalizou.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube