Ilott faz melhor uso do vácuo e leva pole da F2 em Monza. Schumacher bate

Callum Ilott fez volta colado em Felipe Drugovich e encontrou tempo necessário para levar a pole-position. O britânico superou Yuki Tsunoda, segundo no grid, por apenas 0s030 de vantagem

Estava claro que a classificação da Fórmula 2 nesta sexta-feira (4) em Monza seria questão de saber usar o vácuo. Combinar o ganho de velocidade nas retas com um carro bem acertado bastaria para encaminhar a pole-position. E quem melhor fez isso foi Callum Ilott: o britânico fez sua volta andando próximo de Felipe Drugovich e encontrou ritmo necessário para confirmar a posição de honra.

O apoio de Drugovich acabou fazendo toda a diferença. Ilott foi apenas 0s030 melhor que Yuki Tsunoda, segundo mais rápido e rival na luta pelo título. Luca Ghiotto confirmou o terceiro lugar no grid, enquanto Christian Lundgaard e um inesperado Roy Nissany fecharam o top-5.

Callum Ilott larga da pole-position na Fórmula 2 (Foto: Reprodução/Twitter)

Nikita Mazepin larga em sexto, com Mick Schumacher em sétimo. Jehan Daruvala, Louis Delétraz e Dan Ticktum fecham o top-10. O melhor brasileiro é Drugovich, que parte em 12° no grid da corrida 1. Pedro Piquet e Guilherme Samaia tiveram mais dificuldades e largam respectivamente em 18° e 22°, também conhecido como último.

A sessão acabou mais cedo do que o previsto. Schumacher perdeu controle na saída da chicane Ascari, rodando e batendo. A bandeira vermelha foi necessária e impediu um novo ciclo de voltas, com potencial de bagunçar as primeiras posições e tirar a pole de Ilott.

Saiba como foi a classificação da F2 em Monza

A classificação tinha a previsão de dramas com o jogo de vácuo entre pilotos. A prática de fazer a volta com um carro à frente já tinha gerado lambança na F3, e nada indicava que seria diferente na F2. Com todos vindo à pista ao mesmo tempo tão logo a bandeira verde foi agitada, já dava para imaginar que tipo de classificação teríamos pela frente.

A sessão começou com liderança de Tsunoda. 1min32s943 era o tempo do japonês, que já tinha liderado o treino livre e mostrado força. Só que, um a um, os rivais começaram a mostrar que a volta não foi tão incrível assim. Christian Lundgaard conseguiu 1min32s296 e virou líder, seguido por Mick Schumacher e Jüri Vips. Até mesmo Roy Nissany conseguiu se posicionar à frente de Yuki.

A classificação da F2 teve engarrafamento até para sair dos boxes (Foto: Reprodução/TV)

Pedro Piquet, Nikita Mazepin, Jehan Daruvala, Felipe Drugovich e Jack Aitken fechavam o top-10 inicial. E, como se vê, a parte de cima da tabela de tempos tinha ausências importantes. Robert Shwartzman e Callum Ilott ainda não tinham feito seus tempos competitivos, esperando por condições melhores de pista, sem outros atrapalhando.

Quando vieram para valer, Shwartzman e Ilott não empolgaram tanto assim. O britânico foi sexto, enquanto o russo surgiu em décimo. Ambos atrás de Tsunoda, rival na briga pelo título.

No top-5, mais mudanças. Schumacher conseguiu fazer uma segunda volta com o mesmo conjunto de pneus. O alemão melhorou apenas um pouco, mas conseguiu 1min32s277 e surgiu à frente de Lundgaard, herdando a pole provisória. Enquanto isso, Dan Ticktum subiu para quinto, deslocando Tsunoda, Ilott e Shwartzman.

Mick Schumacher bateu durante a classificação da rodada da Itália da F2 (Foto: Reprodução/TV)

15 dos 30 minutos de sessão já estavam no passado. Era hora de todo mundo voltar aos boxes e aguardam pacientemente pelas voltas com o segundo set de pneus.

Restavam dez minutos apenas quando todos voltaram à pista. Juntos, e com Ticktum liderando o pelotão.

O segundo giro de voltas mudou a dianteira do grid por completo. Schumacher não melhorou e acabou desabando para sexto. Tsunoda parecia ter tudo para se consolidar na pole provisória, mas foi surpreendido por Ilott. O britânico pegou vácuo de Drugovich e fez volta de 1min31s929, só 0s030 melhor que o japonês.

Quando todo mundo desacelerava e se preparava para nova volta rápida com 3 minutos restando, uma reviravolta: Schumacher bateu. A bandeira vermelha foi agitada com 1min54s faltando no cronômetro. A direção de prova optou por nem reiniciar a sessão, confirmando a pole de Ilott.

F2 2020, Monza, grid de largada:

1C ILOTTUNI-Virtuosi1:31.929
2Y TSUNODACarlin1:31.959+0.030
3L GHIOTTOHitech1:32.127+0.198
4C LUNDGAARDART1:32.200+0.271
5R NISSANYTirdent1:32.226+0.297
6N MAZEPINHitech1:32.267+0.338
7M SCHUMACHERPrema1:32.277+0.348
8J DARUVALACarlin1:32.308+0.379
9L DELÉTRAZCharouz1:32.342+0.413
10D TICKTUMDAMS1:32.373+0.444
11J VIPSDAMS1:32.381+0.452
12F DRUGOVICHMP1:32.412+0.483
13N MATSUSHITAMP1:32.420+0.491
14M SATOTrident1:32.534+0.605
15M ARMSTRONGART1:32.592+0.663
16R SHWARTZMANPrema1:32.597+0.668
17G ZHOUUNI-Virtuosi1:32.602+0.673
18P PIQUETCharouz1:32.610+0.681
19J AITKENCampos1:32.623+0.694
20G ALESIHWA1:32.626+0.697
21A MARKELOVHWA1:33.311+1.184
22G SAMAIACampos1:33.501+1.374

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube