F2

No terceiro ano de F2, De Vries deixa programa de jovens pilotos da McLaren após nove temporadas

Nyck de Vries deixou o programa de jovens pilotos da McLaren após nove temporadas. No time de Woking desde 2010, o holandês viu a parceria chegar ao fim e agora corre por conta própria pela terceira vez na F2

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Nyck de Vries não faz mais parte do programa de jovens pilotos da McLaren. Após nove temporadas correndo com o apoio da escuderia de Woking, o holandês de 24 anos deixou, oficialmente, o quadro de pilotos do time neste final de semana. A confirmação já era esperada desde o ano passado.
 
Aos 24 anos, De Vries teve uma estagnada considerável na carreira. Tido como nome certo na F1, viu Max Verstappen furar a fila entre os holandeses e Lando Norris passar na sua frente na disputa interna da McLaren. Quando Sérgio Sette Câmara foi anunciado como piloto de desenvolvimento pelo time, no final de 2018, ficou claro que não havia mais espaço para Nyck.
 
De Vries foi convocado pela McLaren ainda nos tempos em que era um fenômeno do kart, vencendo inúmeros campeonatos dentro e fora da Holanda. Só que nos monopostos seu único título foi da F-Renault 2.0 em 2014, não conseguindo triunfar nos anos seguintes.
Nyck de Vries não é mais da McLaren (Foto: F2)
Nyck foi terceiro na World Series em 2015, ficou apenas em sexto na GP3 em 2016 e, então, subiu para a F2. Foi sétimo em 2017 e, inegavelmente, evoluiu em 2018, terminando em quarto. No entanto, não foi o suficiente para garantir uma vaga na F1 mesmo com a McLaren trocando a dupla toda.
 
Em 2019, De Vries trocou a Prema pela ART e segue com um carro competitivo para buscar o título da F2 e, quem sabe, uma oportunidade por outra equipe na categoria máxima. O holandês tem 38 pontos em duas etapas disputadas e vem em quarto na classificação geral.
 
O site oficial da McLaren já não tem mais De Vries entre seus pilotos. Sette Câmara é o único que aparece entre os jovens e Oliver Turvey e Rudy van Buren aparecem entre os reservas.
 
Além de Norris, o programa de jovens pilotos da McLaren também viu na F1 nomes como Stoffel Vandoorne, Kevin Magnussen, Alexander Albon, Giedo van der Garde e, claro, o pentacampeão Lewis Hamilton. 
 

 
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.