FE

Após teste, Simona vê Gen2 “muito diferente” do antecessor: “Carro de corrida de verdade”

Pilota convidada pela Venturi para o teste de Ad Diriyah e titular da Andretti entre 2014 e 2016, Simona de Silvestro vê enormes diferenças entre o Gen1 e o Gen2, que classificou como um carro de veracidade maior

Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
Simona de Silvestro, pilota convidada pela Venturi, teve a oportunidade de comandar os testes durante o domingo pós-eP de Ad Diriyah. A suíça, que foi titular da Andretti na temporada 2015/16 da Fórmula E, identificou uma grande diferença entre o antigo e o novo carro da categoria.
 
Segundo ela, que fez 12 corridas entre 2014 e 2016, o Gen2 parece mais um monoposto real.
 
"A diferença é bem grande. Eu guiei na segunda temporada, três anos atrás, e dá para ver o quanto foi desenvolvido nesses últimos quatro anos. É bastante incrível. Tem o feeling de um carro de corrida de verdade, enquanto antes era bastante difícil entender como guiar", avaliou ao site inglês 'E-Racing365'.
 
O que viu como a maior diferença prática entre os carros foi a tecnologia de frenagem. A FE aderiu ao sistema brake-by-wire.
Simona de Silvestro (Foto: FE)
<
"Acho que o maior desafio está nos freios. Como o sistema funciona neste ano é muito bom. É realmente um passo na direção correta. Ter mais potência ajuda, te coloca em maior ritmo de competição quando você está na pista. Quando você faz uma volta de classificação, coisas assim, [o carro] é também mais suave, parece mais normal", explicou.
 
Simona gostou do resultado que teve nos testes: andou próxima a Felipe Massa e Edoardo Mortara e terminou como a segunda colocada entre os não-titulares que participaram. De quebra, deu 72 voltas.
 
"Tivemos um pequeno problema com o trem de força, então foi necessário uma troca, o que tirou um pouco de tempo. Depois disso, tivemos alguns testes de freios para a equipe, então foi realmente um programa de testes. Eu tentei guiar o melhor possível. Sempre dá para melhorar, e conseguimos chegar perto do tempo de Felipe na volta de 200 kw, então tudo bem", encerrou.
 
A FE volta em janeiro, direto de Marrakech.