FE
22/08/2018 12:08

De chegada na FE, Nissan tem intenção de contratar piloto japonês para dupla com Buemi, diz site

Sébastien Buemi ainda não tem companheiro de equipe para a temporada 2018/19, quando guia pela primeira vez com a Nissan. A fábrica japonesa está bastante interessada em selecionar um piloto também japonês, de preferência um protegido seu, para guiar o bólido elétrico. A informação é do site 'E-Racing365'
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 A pintura da Nissan (Foto: Nissan)
A Nissan recebeu das mãos da Renault o controle da equipe três vezes campeã de Construtores da Fórmula E e começa a tomar decisões difíceis. Na escolha de pilotos, por exemplo. Sébastian Buemi vai permanecer, mas a saída de Nicolas Prost foi confirmada há alguns meses. Para o lugar dele, a Nissan está interessada em um piloto japonês.
 
De acordo com o site inglês 'E-Racing365', a intenção da Nissan é realmente um piloto japonês. Daiki Sasaki e Mitsunori Takaboshi são dois dois favoritos para serem escolhidos.
 
Sasaki tem 26 anos e atualmente guia na Super GT japonesa, mas foi campeão da F3 do país em 2012. Takaboshi também está na Super GT e foi campeão da F3 em 2017 - e acelerou o carro da Renault no teste de novatos do começo da temporada.
 
A expectativa é que a Nissan revele a dupla de pilotos em setembro, mas antes disso os testes privados da marca vão bombar.
A pintura da Nissan (Foto: Nissan)
Como a FE está se aproximando de confirmar uma corrida para Yokohama em 2020 e enfim conseguiu uma fábrica japonesa para ingressar no campeonato, agora quer aumentar a participação do país na categoria.
 
Caso se confirme a contratação de um piloto japonês na Nissan, será o quarto na história da categoria. Takuma Sato e Sakon Yamamoto participaram apenas de uma etapa cada, com a já finada Aguri, ainda na primeira temporada. Depois, Kamui Kobayashi correu na abertura da última jornada com a Andretti. Sato, ligado à Honda, e Kobayashi, com contrato junto à Toyota, não aparecem no páreo.