Di Grassi crê em problema crônico resolvido e comemora “espécie de reinício” da temporada no Uruguai

Lucas Di Grassi acredita, segundo o que ouviu da Audi, que o problema que causou um início desastroso da temporada 2017/18 da Fórmula E foi resolvido. Essa notícia e o rendimento da equipe no México fazem Di Grassi acreditar que chegou o momento da virada da Audi

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Finalmente, após quatro etapas e cinco corridas na temporada 2017/18 da Fórmula E, Lucas Di Grassi vai para uma corrida livre dos problemas que enterraram suas chances de bicampeonato. Antes da etapa da Cidade do México, a Audi havia afirmado que tinha descoberto os problemas que estavam afetando o carro do atual campeão, mas que só poderia reparar para Punta del Este. Esse dia chegou. Lucas, agora já com pontos na tabela de classificação, olha para a prova à beira da praia com otimismo.

 
O problema crônico estava na parte elétrica. Mas Di Grassi se anima ao lembrar que desta vez não existe punição prévia para comprometer a posição no grid de largada. Aliado ao fato que na Cidade do México ele passou por duas punições e terminou no nono lugar e com a melhor volta – enquanto o companheiro Daniel Abt venceu -, há todas as razões para confiar que o eP uruguaio representa um recomeço. 
 
“Desde as etapas de Santiago e México, esta será a primeira prova que vou disputar sem sofrer de antemão uma penalidade no grid. Isso, mais a vitória obtida por nossa equipe na etapa anterior [no autódromo Hermanos Rodríguez, na Cidade do México], me anima bastante para brigar pelo topo do pódio no Uruguai”, afirmou o piloto da Audi. 
Lucas Di Grassi (Foto: Twitter/Fórmula E)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Sem pontos após quatro corridas, Di Grassi enfim anotou os primeiros três tentos do ano no México e viu Abt vencer a primeira dele na categoria. Com a marca desgradável para trás, a hora é de virar a chave.

 
“O importante é que nossos dois carros chegaram ao final da corrida passada, sendo que eu cravei a volta mais rápida da prova. E a equipe acredita que os problemas de confiabilidade estão resolvidos. Somando tudo, acredito que teremos uma espécie de reinício da temporada e pretendemos agora estar entre os candidatos à vitória em todas as etapas até o final do campeonato”, finalizou.
 
Nas duas provas anteriores realizadas em Punta del Este, Di Grassi foi ao pódio – como terceiro colocado em 2014 e segundo em 2015.
”VOCÊ TEM DE RESPEITAR”

EMOÇÃO GENUÍNA DE BARRICHELLO É EXEMPLO DE MOTIVAÇÃO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube