Mortara segura Wehrlein e alcança vitória no eP de Puebla 2 da Fórmula E

Pascal Wehrlein tinha a faca e o queijo na mão para a conseguir uma forma de redenção em Puebla após ser desclassificado na corrida 1. Só que a corrida 2 trouxe bela pilotagem defensiva de Edoardo Mortara, que se segurou até o fim

Verstappen arrisca na estratégia e bate Hamilton: os melhores momentos do GP da França (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

De um lado, um piloto que dificilmente recebe a chance de lutar por vitórias na Fórmula E. De outro, um que perdeu um triunfo de forma quase sádica apenas 24 horas atrás. Edoardo Mortara e Pascal Wehrlein foram as estrelas do eP de Puebla deste domingo (20). A disputa foi apertada, mas Mortara levou a melhor com uma pilotagem defensiva próxima da perfeição.

Mortara foi altamente pressionado por Wehrlein, que parecia ser capaz de tomar a liderança a qualquer momento. Não rolou: o alemão foi ficando para trás nas voltas finais e se contentou com o segundo lugar, um prêmio de consolação após perder uma vitória por infração técnica. Dito isso, atenção: o ex-F1 é investigado na corrida 2 por usar mais energia do que o permitido.

Edoardo Mortara venceu pela segunda vez na FE (Foto: Venturi)

Nick Cassidy completou o pódio ao cruzar a linha de chegada em terceiro. O novato fez funcionar uma estratégia alternativa de modo ataque, deixando os acionamentos para depois e ganhando posições. Oliver Rowland e Jake Dennis surgiram em quarto e quinto. A zona de pontos teve ainda Alex Lynn, Maximilian Günther, Jean-Éric Vergne, Mitch Evans e René Rast.

Para os brasileiros, um dia difícil. Tanto Lucas Di Grassi quanto Sérgio Sette Câmara se envolveram em acidentes, ficando muito longe de pontuar. O veterano encheu a traseira de Nyck de Vries e recebeu drive-through, sendo o 18° e último colocado. O mais jovem danificou a frente do carro ao se chocar com Oliver Turvey, não indo além de 16°.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Saiba como foi o eP de Puebla 2

A corrida começou com uma largada muito boa de Rowland, que seguiu líder com tranquilidade. Ao mesmo tempo, Mortara tomou o segundo lugar das mãos de Wehrlein. Dennis, Vergne, Lynn, Cassidy, Buemi, Günther e Lotterer eram os outros pilotos do top-10 ao fim da primeira volta.

Mais atrás, alguns toques. Ninguém abandonou, mas Vandoorne deixou alguns pedaços de fibra de carbono pelo caminho. Di Grassi também teve um toque, mas sem consequência mais sérias.

Pascal Wehrlein foi o segundo colocado (Foto: Porsche)

Toques seguiam marcando a briga pelas últimas posições. Sette Câmara tentou passar Turvey, mas perdeu parte da frente do carro no processo. Não era um começo promissor para o piloto, 19° colocado.

Bastaram apenas seis minutos para que o modo ataque passasse a ser acionado. E logo pelo líder, Rowland, que caiu para quarto no processo. Mortara herdou a liderança, optando por esperar um pouco mais antes de ativar a potência extra.

Mortara só acionou o modo ataque dois giros depis. O suíço voltou à pista atrás de Rowland, mas garantindo potência extra por mais tempo. Wehrlein herdava a liderança, por sinal. Logo atrás, Vergne ultrapassava Dennis e virara o quarto colocado.

O modo ataque seguia com acionamentos frenéticos. Rowland decidiu usar seu segundo tão cedo quanto possível. Wehrlein acionou seu primeiro. Isso deixava o top-3 assim: Mortara, Wehrlein, Rowland. Vergne e Dennis, em quarto e quinto, ainda não tinham usado nenhum.

No fundão, o primeiro abandono do dia. Foi De Vries, abalroado por Di Grassi. O brasileiro seguiu em frente com um carro danificado, isso enquanto o holandês se arrastou até os boxes.

Foi necessário chegar perto da segunda metade da corrida para o resto dos pilotos no top-10 acionar o modo ataque, mas sem mudanças significativas na ordem. Quase que um acidente mais sério aconteceu quando Lotterer prensou Sims contra o muro. Um safety-car poderia ser necessário, mas todo mundo escapou relativamente ileso.

Os minutos avançavam e a corrida ganhou nova cara. Mortara conseguiu acionar o modo ataque pela segunda vez, e sem perder a liderança. Os ponteiros tinham esgotado suas possibilidades de potência extra, com Edoardo virando o homem a ser caçado na base do braço.

Lucas Di Grassi teve um dia ruim 24 horas após vencer (Foto: Fórmula E)

Restavam 19 minutos quando uma mudança importante aconteceu nas posições de pódio. Rowland errou na saída de uma curva e permitiu a ultrapassagem de Wehrlein, que virava segundo colocado. O déficit para Mortara era de 1s9, isso com os dois apresentando níveis semelhantes de energia restante. A carta na manga do ex-F1 era o FanBoost, que o líder da corrida não tinha.

Mesmo sem usar o FanBoost, Wehrlein colou em Mortara. O alemão tinha 1% a mais de energia e precisava apenas encontrar um caminho. A corrida entrava nos dez minutos finais com a seguinte zona de pontos: Mortara, Wehrlein, Rowland, Cassidy, Dennis, Lynn, Vergne, Günther, Evans e Frins.

A sensação de que Wehrlein seria capaz de tomar a liderança a qualquer momento foi se esvaindo aos poucos. O alemão estava gastando energia demais e precisou tirar o pé. Mortara voltou a abrir vantagem, precisando agora torcer apenas para o safety-car não ser necessário. Mesmo com Da Costa batendo nas voltas finais, não houve intervenção da direção de prova e Edoardo partiu para a segunda vitória na FE.

Fórmula E 2020/21, eP de Puebla, corrida 2:

1E MORTARAVenturi Mercedes32 voltas
2P WEHRLEINPorsche+2.296
3N CASSIDYVirgin Audi+4.169
4O ROWLANDNissan+6.912
5J DENNISBMW+9.986
6A LYNNMahindra+10.630
7M GÜNTHERBMW+10.968
8J.E. VERGNEDS Techeetah+21.111
9M EVANSJaguar+21.261
10R RASTAudi+21.896
11R FRIJNSVirgin Audi+22.216
12S BIRDJaguar+27.945
13S VANDOORNEMercedes+28.578
14S BUEMINissan+35.720
15J ERIKSSONDragon Penske+41.027
16S. SETTE CÂMARADragon Penske+41.029
17A LOTTERERPorsche+46.250
18L DI GRASSIAudi+1:26.473
19T BLOMQVISTNIO+3 voltasNC
20A.F. DA COSTADS Techeetah+7 voltasNC
21A SIMSMahindra+11 voltasNC
22O TURVEYNIO+16 voltasNC
23N NATOVenturi Mercedes+20 voltasNC
24N DE VRIESMercedes+24 voltasNC

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar