Ex-piloto da Indy, canadense Carpentier é anunciado como porta-voz oficial do estreante eP de Montreal

Patrick Carpentier passou mais de uma década nos quadros da Indy, antes e depois da unificação, e fez seu nome nos Estados Unidos. De volta ao seu país, Carpentier foi escolhido o embaixador e porta-vez oficial do eP de Montreal que fechará a temporada 2016/17 da F-E

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Os organizadores do primeiro eP de Montreal, que acontece apenas no próximo mês de julho, dias 29 e 30, e encerra a terceira temporada da F-E, aproveitaram o anúncio da confirmação de que a venda de ingressos começa no próximo final de semana e ainda somaram outra novidade. O ex-piloto da Indy, Patrick Carpentier, será o porta-voz oficial do evento no Canadá.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
É verdade que a corrida está ainda a mais de um semestre de distância, mas daqui para frente a intenção de Carpentier é ir à TV, rádio e onde mais puder para exaltar os feitos esportivos, tecnológicos e até ambientais da única categoria de monopostos elétricos. 

 
"Estou muito animado. Já trabalhei como comentarista em corridas da F-E aqui em Québec", contou em entrevista ao site-norte-americano 'Motorsport.com'. "Vou falar muito sobre o eP de Montreal nos eventos e programas de TV desse ano. Quero que o público em geral entenda o motivo de ser uma grande categoria. Os carros são rápidos, todos os pilotos são pagos e há interesse enorme de patrocinadores internacionais", disse.
 
Outra coisa que o campeão da F-Toyota Atlantic em 1996 destacou foi a importância que imprime o interesse de tantas montadoras de porte mundial na categoria.
Patrick Carpentier (Foto: Reprodução)
"O que é fascinante é ver tantas fábricas se envolvendo na F-E. Há a Citroën DS, Renault, Jaguar, Audi, BMW, Mercedes e provavelmente a Porsche. Me impressiona. Os carros elétricos melhoraram muito. Agora há supercarros elétricos no mercado com um desempenho inacreditável e ótima autonomia. Esses carros realmente trazem apelo. É o futuro de veículos de passeio", seguiu.
 
Carpentier, hoje aos 45 anos de idade, fez seu nome nos Estados Unidos, guiando pela Champ Car e pela Indy unificada. Seus melhores resultados foram dois terceiros lugares na classificação geral das temporadas 2002 e 2004 da Champ Car, campeonato onde venceu ao todo cinco corridas. Guiou também na Nascar, no Mundial de Ralicross e nas 24 Horas de Daytona, onde chegou na segunda colocação em 2007.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube