Fórmula E tem derrota em calendário de 2024 e vê Hyderabad sair de cena após 1 ano

eP de Hyderabad vai deixar de fazer parte da temporada da Fórmula E após única edição do evento, em fevereiro de 2023

A Fórmula E vai terminar a semana com uma má notícia para os planos visando a temporada 2024, marcada para começar em janeiro do ano que vem. Uma das praças planejadas para o calendário apresentado, Hyderabad, soma problemas e deixa de existir para o campeonato que vem.

A informação é da revista inglesa Autosport. Segundo o veículo, houve um desmonte no fim do mês passado, agosto, após os promotores do evento encerrarem a possibilidade de financiamento. Desta maneira, não há como a corrida seguir em frente.

Relacionadas


▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

O pódio do eP de Hyderabad, com Jean-Éric ao centro e Nick Cassidy e António Félix da Costa aos lados (Foto: Fórmula E)

O eP de Hyderabad estreou na temporada 2023 com o posto de promotor cabendo ao Grupo Greenko, gigante indiano do ramo de tecnologia envolvendo energias renováveis (solar, eólica e de hidrogênio). O evento ainda contava com o apoio do governo estadual de Telangana, onde fica Hyderabad. Foi a Greenko quem retirou, segundo o veículo, o financiamento.

No último mês de junho, a Fórmula E anunciou a primeira versão do calendário de 2024. Embora Hyderabad não estivesse presente, havia o conhecimento geral de que uma das três datas colocadas como ‘por anunciar’ era da etapa indiana, aquela marcada para 10 de fevereiro – em 2023, a corrida foi em 11 de fevereiro. Agora, entretanto, a dúvida se impõe.

Embora a pista do eP de Hyderabad tenha sido elogiada por pilotos e equipes por permitir boa corrida e muitas ultrapassagens, as instalações gerais não agradaram tanto. O paddock sofreu certas críticas por falta de zeladoria geral, até relatos como animais dentro das garagens. O público local presente também ficou insatisfeito com a pouca quantidade de banheiros, por exemplo.

É mais um golpe no 2023 da Mahindra, que está na Fórmula E desde a origem e sempre lutou por uma corrida na Índia. Após finalmente conseguir o objetivo, tudo caiu por terra após ter, esportivamente, o pior ano da história.

Agora, o calendário de 2024 ganha grande interrogação. Sabe-se que outras duas interrogações para as datas de fevereiro está reservada para a Cidade do Cabo, que também estreou em 2023 e caminha para reafirmar o acordo e manter o evento. Depois disso, a outra questão está em 25 de maio, quando a cidade de Málaga, na Espanha, aparece como favorita.

A Fórmula E tem de achar uma cidade para substituir Hyderabad. Fora da China desde 2019, por conta da pandemia do novo coronavírus, a organização quer voltar o mais rapidamente possível, uma vez que ainda tem acordo com a cidade praiana de Sanya. No mês de outubro, a Fórmula E terá nova versão do calendário a anunciar após a reunião do Conselho Mundial da FIA.

Piastri FICA, Drugovich RESPIRA e Tsunoda x Lawson GANHA VIDA na F1 | TT GP #114
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Formula E direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.