Interino no cargo desde morte de Leach, Gerry Hughes é efetivado como chefe da China NextEV na F-E

Gerry Hughes estava chefe de equipe da China NextEV desde a morte de Martin Leach, ex-chefe, no final do ano passado. Agora, porém, foi efetivado no cargo para tentar manter a evolução da equipe mostrada no início da jornada 2016/17

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A China NextEV tem um novo chefe. Gerry Hughes foi selecionado como o substituto de Martin Leach, morto no final de 2016, no cargo de chefia. Hughes se juntou à China NextEV em dezembro de 2015 como engenheiro de corridas-chefe, indo direto da equipe que o levou à F-E, a Aguri.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Na realidade, Hughes havia assumido a chefia da equipe de modo interino após a morte de Leach – e tem sido o chefe de fato desde então -, mas agora foi efetivado no cargo. Além de chefe da equipe da F-E, ele segue à frente do grupo da NIO, marca para carros de rua da NextEV, que está desenvolvendo o supercarro EP9.

 
"Assumir o papel de liderança do projeto para os programas do time da F-E e do supercarro EP9 será um desafio para mim, mas são desafios que meu time e eu gostamos", disse. 
 
"Quero agradecer a todos no NIO pela ajuda e confiança durante meu período de transição. Estou extremamente honrado que William Li e Lihong Qin [donos da equipe] me deram essa oportunidade, e vou vou continuar a trabalhar incansavelmente para garantir que ambos os programas sejam um sucesso em breve", seguiu.
Gerry Hughes (Foto: Reprodução/Twitter)
Hughes trabalhou na F1 por anos tendo papéis na Cosworth, Super Aguri, Red Bull e, mais recentemente, foi chefe das operações de pista da nanica Caterham até o final da equipe. Chegou à NextEV como parte das contratações do próprio Leach, que tentava tirar a equipe dos problemas que se envolveu antes do início da segunda temporada, tirando o time do título de pilotos para pior equipe do grid. 
 
Leach morreu em novembro do ano passado, pouco antes da realização do eP de Marrakech. Um dos pioneiros da start-up chinesa, ele acabou não resistindo após uma batalha contra o câncer.

A evolução iniciada por Leach de fato vem acontecendo. Nesta terceira temporada, após duas corridas, a NextEV tem mostrado ritmo mais forte e já mostrou 13 pontos entre Nelsinho Piquet e Oliver Turvey – quando em toda a segunda temporada foram apenas 19 tentos.

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube