McLaren conversa com Rast para substituir Vandoorne na Fórmula E em 2023

Após anunciar oficialmente a compra da Mercedes, McLaren vai em busca de René Rast para preencher vaga de Stoffel Vandoorne, que deve deixar equipe rumo à DS Penske em 2023

MUDANÇAS À VISTA! MERCADO DE PILOTOS PEGA FOGO NA FÓRMULA E ÀS VESPERAS DE BERLIM

A McLaren confirmou oficialmente neste final de semana que vai comprar a equipe Mercedes e entrar na Fórmula E a partir do ano que vem, na estreia dos carros Gen3, e agora busca definir a dupla titular de pilotos para 2023. Stoffel Vandoorne negocia um acordo para defender a DS Penske (opens in a new tab)" rel="noreferrer noopener" class="ek-link">Como Stoffel Vandoorne negocia um acordo para defender a DS Penske, a equipe conversa com René Rast, que participava do grid da categoria até o ano passado, para substituir o belga.

A informação é do portal inglês The Race, que confirma Rast como opção preferida da McLaren para substituir Vandoorne. As conversas entre as partes continuaram durante este final de semana, com a disputa das duas corridas em Tempelhof, e o empresário Dennis Rostek — que cuida da carreira de René — comanda as tratativas com o time de Woking.

▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Rast disputa DTM 2022 pela Abt, mas conversa com a McLaren sobre retorno à Fórmula E (Foto: Divulgação/Abt)

Rast iniciou sua caminhada na Fórmula E em 2016, disputando o eP de Berlim pela Aguri. Em 2020, foi chamado para substituir Daniel Abt na Audi antes de se efetivar como titular da equipe, ao lado do brasileiro Lucas Di Grassi — hoje na Venturi. No entanto, o tricampeão do DTM teve uma temporada decepcionante em 2021, com um inócuo 13º lugar na tabela de classificação.

Atualmente, o piloto disputa o Mundial de Endurance da FIA (WEC) pela WRT — corre na categoria LMP2 junto a Robin Frijns [titular da Envision na própria Fórmula E] e Sean Gelael, ex-Fórmula 2 — e seu trio já venceu uma corrida na temporada, na qual ocupa a primeira colocação da modalidade.

Enquanto foca em preencher o lugar que será deixado por Vandoorne, a McLaren também se preocupa com o futuro do outro titular da Mercedes em 2022: Nyck De Vries. O atual campeão da categoria, que faz temporada apagada este ano, quer disputar o WEC de 2023 pela Toyota e não tem presença assegurada na equipe para o ano que vem. Além disso, o neerlandês não descarta uma possível mudança de time dentro do grid da categoria.

Nyck de Vries ainda não tem participação assegurada na Fórmula E em 2023 (Foto: FIA Fórmula E)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Desta forma, a McLaren já observa outros possíveis nomes para substituir o #17, que incluem o brasileiro Sérgio Sette Câmara, que vai ficar sem assento na Dragon — a equipe vai virar DS Penske no ano que vem e deve ter Vandoorne e Jean-Èric Vergne como titulares —, os britânicos Jake Dennis e Oliver Turvey, atualmente em Andretti e NIO, respectivamente, e o alemão Maximilian Günther, da Nissan.

Agora, a Fórmula E retorna apenas no próximo mês para a estreia do eP de Jacarta, na Indonésia, que faz sua disputa inaugural na categoria este ano. A corrida — desta vez em jornada única — está marcada para o dia 4 de junho.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar