Retrospectiva 2023: Antonelli domina FRECA e garante vaga na Fórmula 2 em 2024

Em nova campanha dominante, Andrea Kimi Antonelli venceu com certa facilidade a temporada 2024 da FRECA e, como prêmio, foi promovido a piloto da Prema na Fórmula 2. O brasileiro Rafa Câmara teve ano de altos e baixos e segue no campeonato em 2024

Andrea Kimi Antonelli, piloto prodígio da academia Mercedes, não teve tantas dificuldades para assegurar o título em seu ano de estreia na FRECA. O italiano selou a conquista de forma antecipada após grande atuação em Zandvoort, em que ficou em segundo e primeiro nas corridas 1 e 2, respectivamente. A sequência de títulos enfileirados pelo jovem de 17 anos fez com que a Mercedes o garantisse no grid da Fórmula 2 em 2024 pela Prema, pulando a F3 no que seria a escadinha padrão rumo à F1.

Antonelli teve poucos adversários ao longo da temporada 2023 da FRECA. O que mais chegou a fazer frente ao italiano foi o norueguês Martinius Stenshorne, gratíssima surpresa do ano, que venceu a corrida 1 que abriu o campeonato em Ímola, ficou em segundo na corrida 2, e viu Kimi fica em segundo no sábado e abandonar no domingo.

Relacionadas


No começo da temporada, o norueguês, de fato, foi mais forte do que o italiano. Tanto que após a etapa em Mugello, que marcou a metade do campeonato, Stenshorne tinha quatro vitórias contra duas de Antonelli. O titular da Prema, no entanto, se mantinha na disputa por ser mais consistente. Enquanto havia ficado de fora dos pontos apenas na corrida 2 em Ímola, o piloto da R-ace GP ficou zerado nas corridas 2 na Espanha e na Bélgica.

Após a prova em Mugello, Kimi se tornou ainda mais eficiente, venceu as corridas 2 na França, na Áustria e na Holanda, e conseguiu outros dois pódios. Stenshorne não conseguiu acompanhar o ritmo do rival e ficou pelo caminho. No mesmo recorte, zerou nas duas provas da Áustria, abandonou a corrida 2 de Monza e teve como melhor resultado dois terceiros lugares.

Martinius Stenshorne foi o rival de Antonelli na FRECA em 2023 (Foto: Dutch Photo Agency).

Com isso, a conquista do título ficou bem encaminhada para a penúltima rodada, em Zandvoort. Na prova na Holanda, Antonelli fez o dever de casa, foi primeiro e segundo nas corridas 1 e 2 e viu o rival fechar apenas em quarto e sexto. Na última etapa do ano, na Alemanha, Antonelli conseguiu dois sextos lugares, enquanto Stenshorne recuperou a boa forma e ficou em segundo e primeiro.

O brasileiro Rafa Câmara, um dos nomes promissores da academia da Ferrari, fechou a temporada em quinto e teve algumas dificuldades. Embora tenha vencido a corrida 1 na Bélgica e na Áustria, teve um ano de altos e baixos. Para 2024, segue da FRECA com a equipe Prema e chega como um dos principais favoritos ao caneco.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Rafa Câmara FRECA Spa-Francorchamps 2023
Rafa Câmara segue com a Prema na FRECA em 2024 (Foto: Prema)

Após o título na FRECA, Antonelli seguiu um caminho que não é o mais convencional, pulando a Fórmula 3 e indo direto para a Fórmula 2, disputar a temporada 2024 com a Prema. A Mercedes decidiu fazer esse movimento depois de o italiano varrer títulos por onde passou. No ano passado, por exemplo, foi campeão da F4 italiana depois de vencer 13 das 22 corridas. No mesmo ano, também venceu a F4 alemã.

Para 2024, resta saber se o prodígio vai corresponder às expectativas da Mercedes e fazer um bom trabalho no último estágio antes da F1. Se continuar atropelando, deve conseguir uma vaga na principal categoria do esporte a motor em breve.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias do GP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.