WGP: GPs cancelados na F1 e MotoGP, relação de Viñales com Yamaha e Rossi papai

Os GPs cancelados na F1 e MotoGP por conta da pandemia no novo coronavírus, a relação conturbada entre Viñales e Yamaha, e Valentino Rossi anunciando que será pai. Tudo isso foi tema do WGP

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTubeGP | GP2

Ainda em meio à pandemia do novo coronavírus, um tema recorrente tem acontecido no esporte a motor: GPs cancelados no calendário. A exemplo da MotoGP, o GP da Malásia, parte da tradicional rodada asiática da reta final da temporada do Mundial de Motovelocidade, cancelado por restrições, além do GP do Japão, na Fórmula 1, retirado do calendário pelo aumento de casos de Covid-19 — o que também “decepcionou” a Honda por, mais uma vez, não correr em casa, agora em seu último ano de F1.

“É uma pena que, pelo segundo ano seguido, não seja possível realizar o GP do Japão em Suzuka”, comentou a Honda através de comunicado. “Nós da Honda ficamos ainda mais decepcionados, já que esse é o último ano do nosso projeto na Fórmula 1 e sabemos que muitos fãs estavam empolgados para ir à corrida”, seguiu.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GP da Malásia será substituído por uma segunda etapa em Misano (Foto: Repsol)

Por isso, o WGP desta quinta-feira (19) discutiu sobre as implicações destes cancelamentos para os calendários e as disputa dos títulos, a projeção dos campeonatos, além de abordar a relação já desgastada entre Maverick Viñales e Yamaha, e Valentino Rossi que, após anunciar sua aposentadoria da MotoGP, também revelou que se tornará pai.

WGP teve apresentação de Juliana Tesser, além dos comentários de Ana Paula Cerveira e do convidado especial Pedro Henrique Marum. Na produção, Rodrigo Berton.

Assista ao programa aqui:

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar