3º, Askew lamenta amarela que prejudicou McLaren: “Tínhamos ritmo para 1-2”

Apenas na quinta corrida pela Indy, Oliver Askew garantiu um pódio. O piloto americano lamentou a bandeira amarela no acidente entre Colton Herta e Rinus VeeKay

Oliver Askew conquistou o primeiro pódio da carreira na Indy em Iowa. O piloto da McLaren cresceu muito nas voltas finais da corrida 1, e com uma ultrapassagem sobre Alexander Rossi, ficou com a terceira posição no oval curto.

Em entrevista coletiva virtual após a corrida, Askew afirmou que nunca ficou tão entretido por uma corrida em oval, mas lamentou a amarela causada pelo acidente entre Colton Herta e Rinus VeeKay, que prejudicou as chances de uma dobradinha dele e Pato O’Ward, que fechou em quarto.

“Acho que nunca me diverti tanto em oval na minha vida. O carro ficou ótimo quando o sol baixou, me diverti muito lá, correndo na segunda linha a maior parte da corrida”, declarou.

Atual campeão da Indy Lights, Oliver Askew foi ao pódio (Foto: Indycar)

“Sem aquela segunda amarela, acho que tínhamos ritmo para dobradinha. Vamos tentar amanhã. Fiquei perguntando no rádio a minha posição e nunca falavam, diziam apenas para manter a cabeça baixa e cuidar dos pneus”, seguiu.

Askew foi apenas o 14º no treino classificatório. Ele parte de 13º na corrida 2, que acontece no sábado, mas frisou que a posição de grid é minimizada em um oval curto como o de Iowa.

“Por sorte, a classificação não significa tanto, como vimos hoje. Vamos largar da mesma posição amanhã praticamente. Fiquei preocupado pelo primeiro stint não ser tão bom, ficamos preso em um ritmo e gastamos os pneus. Paramos cedo, mas isso nos ajudou. Pulamos vários carros e foi assim que nos colocamos no top-5. Foi um dia bom”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube