Palou repete dose e lidera segunda sessão de testes do Desafio do US$ 1 Milhão

Álex Palou surgiu nos minutos finais de teste para repetir a dose da manhã e sair com a liderança. Bicampeão cravou 1min39s337 e tem o melhor tempo do fim de semana até aqui no Thermal Club

O bicampeão Álex Palou terminou a sexta-feira (22) de testes para o Desafio do US$ 1 Milhão da Indy como o mais rápido. Na segunda sessão, realizada na parte da noite, o piloto espanhol da Ganassi cravou o melhor tempo do fim de semana até aqui, com 1min39s337, mantendo 100% de aproveitamento nas atividades realizadas até aqui no Thermal Club.

O segundo lugar ficou nas mãos do sueco Felix Rosenqvist, da Meyer Shank. Também nos minutos finais da sessão, o piloto do carro #60 cravou a marca de 1min39s780. Tanto ele quanto Palou desbancaram Romain Grosjean, de Juncos, que se encaminhava para o fim da atividade como líder, com 1min40s149, mas amargou o terceiro lugar.

Relacionadas


O neerlandês Rinus VeeKay, de Carpenter, ficou na quarta colocação, seguido por Christian Lundgaard, da RLL. O bicampeão Will Power, de Penske, foi o sexto colocado, representando seis equipes diferentes no top-6. E o primeiro time a se repetir foi justamente o do ‘Capitão’ Roger Penske, com Josef Newgarden no sétimo lugar.

Marcus Armstrong, que chamou atenção por revelar uma parceria com a fisioterapeuta Angela Cullen, que trabalhou com Lewis Hamilton, ficou no oitavo lugar, enquanto Colton Herta e Scott McLaughlin fecharam o top-10.

O Thermal Club (Foto: Indycar)

O brasileiro Pietro Fittipaldi teve um avanço em comparação com a primeira sessão e foi o 18º colocado, com o tempo de 1min41s165. O piloto da RLL ficou atrás dos companheiros de equipe Christian Lundgaard e Graham Rahal.

Os carros retornam amanhã para mais duas sessões de testes no Thermal Club. A primeira delas está agendada para 13h00, enquanto a classificação acontece às 21h00 do mesmo dia, com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️  Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Saiba como foi o teste aberto 2 da Indy no Thermal Club:

O cronômetro para as três horas de teste foi disparado às 18h00. Marcus Ericsson passou por um susto logo no início da atividade, com um pequeno princípio de incêndio no freio dianteiro esquerdo. O sueco foi para os boxes e realizou a troca do pneu.

Com pouca atividade nas pista, o próprio Ericsson tratou de fechar os primeiros 30 minutos de atividade no topo, com o tempo de 1min45s754, desbancando Callum Ilott, que vinha em segundo com a McLaren. A alegria de Ericsson não durou muito, com Tom Blomqvist surpreendendo e avançando ao primeiro posto com 1min41s743.

As marcas foram caindo com o passar do tempo, e Scott McLaughlin foi quem surgiu no primeiro lugar, com 1min40s582. Felix Rosenqvist vinha em segundo, com Romain Grosjean em terceiro. Por volta dos 43 minutos de sessão, veio a primeira bandeira vermelha do fim de semana, causada por Christian Rasmussen, que parou na pista.

Foram oito minutos de interrupção até o reinício. McLaughlin seguiu na liderança até o treino passar de 1h15. Aí, outro piloto da Penske surgiu: o bicampeão Will Power, que virou 1min40s460. Colton Herta veio forte, e com 1min40s574, colocou a Andretti separando os companheiros da equipe.

Perto do fim da segunda hora, a liderança finalmente saiu das mãos da Penske, agora por causa de Christian Lundgaard, da RLL, que marcou 1min40s291 e pulou para o primeiro posto.

A atividade entrou nos últimos 30 minutos com um top-10 formado por VeeKay, Lundgaard, Power, Herta, McLaughlin, Rosenqvist, Ferrucci, Canapino, Dixon e Lundqvist. Palou aparecia em 11º. Armstrong surgiu com 1min40s579 para se colocar no top-5.

Mostrando mais uma vez o bom ritmo da Juncos, Romain Grosjean apareceu na liderança. O franco-suíço anotou o tempo de 1min40s149, desbancando o primeiro lugar de VeeKay. Quando a sessão já se aproximava do fim, Palou, que pouco surgiu na atividade, cravou 1min39s337. Era o tempo mais rápido do fim de semana até ali. Rosenqvist pulou ao segundo lugar.

INDY 2024, DESAFIO DO US$ 1 MILHÃO, TESTE ABERTO 2

1A PALOUGanassi Honda1:39,337 
2F ROSENQVISTMeyerShank Honda1:39,780+0,443
3R GROSJEANJuncos Chevrolet1:40,149+0,812
4R VEEKAYCarpenter Chevrolet1:40,226+0,889
5C LUNDGAARDRLL Honda1:40,291+0,954
6W POWERPenske Chevrolet1:40,460+1,123
7J NEWGARDENPenske Chevrolet1:40,487+1,150
8M ARMSTRONGGanassi Honda1:40,503+1,166
9C HERTAAndretti Honda1:40,574+1,237
10S McLAUGHLINPenske Chevrolet1:40,582+1,245
11A CANAPINOJuncos Chevrolet1:40,635+1,298
12L LUNDQVISTGanassi Honda1:40,663+1,326
13K KIRKWOODAndretti Honda1:40,694+1,357
14S FERRUCCIFoyt Chevrolet1:40,743+1,406
15S DIXONGanassi Honda1:40,816+1,479
16N SIEGELDale Coyne Honda1:40,891+1,554
17G RAHALRLL Honda1:40,954+1,617
18P FITTIPALDIRLL Honda1:41,165+1,828
19M ERICSSONAndretti Honda1:41,271+1,934
20C BRAUNDale Coyne Honda1:41,278+1,941
21K SIMPSONGanassi Honda1:41,343+2,006
22T BLOMQVISTMeyerShank Honda1:41,499+2,162
23C RASMUSSENCarpenter Chevrolet1:41,545+2,208
24P O’WARDMcLaren Chevrolet1:41,744+2,407
25A ROSSIMcLaren Chevrolet1:41,804+2,467
26S RAY ROBBFoyt Chevrolet1:41,917+2,580
27C ILOTTMcLaren Chevrolet1:42,060+2,723
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Indy direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.