Dixon segue Ricciardo na irritação por discurso de Hülkenberg e defende Halo: “Grande passo na direção certa”

Scott Dixon foi mais um piloto a defender o Halo. O neozelandês reconheceu que o projeto precisa de adaptações, mas explicou que é um conceito que o agrada. O veterano elogiou a iniciativa da F1

Scott Dixon saiu em defesa do Halo. Nesta segunda-feira (7), o neozelandês chamou a proteção testada por Kimi Räikkönen na F1 de um ótimo passo para buscar maior segurança no automobilismo e explicou que gostaria de uma versão adaptada do equipamento na Indy. Dixon seguiu Daniel Ricciardo e criticou Nico Hülkenberg e Lewis Hamilton que se manifestaram contra o Halo.
 
Dixon elogiou o esforço da F1 para já realizar e testar o Halo. Para o piloto da Ganassi, foi um ótimo começo para quem quer segurança no esporte.
 
"É bom ver que alguém investiu tempo e dinheiro para desenvolver algo assim que tenha podido ser testado. Quantas vezes nós escutamos que tinha gente investindo em coisas do tipo e isso não saía do papel? É um grande passo na direção certa", disse.
 
O neozelandês defendeu o Halo como um bom ponto de partida por cockpits protegidos e discordou das declarações de Hülkenberg e Lewis Hamilton.
 
"Existem maneiras melhores para proteger o cockpit? Possivelmente, mas toda grande criação precisa de um ponto de início e isso e parece um bom ponto de início. Para mim, o mais importante é ver o Halo como uma realidade, não apenas um conceito. Hamilton odiou o estilo, Hülkenberg o conceito, mas Räikkönen não viu problemas", seguiu.
Scott Dixon defendeu o Halo testado na F1 (Foto: IndyCar)
Dixon reconheceu que o Halo, da forma em que foi lançado, não poderia ser utilizado nos ovais da Indy, mas explicou que gosta do conceito.
 
"Não estou querendo escolher entre a cobertura ou o Halo, quero o que funcione melhor. Mas o Halo tem um conceito que me agrada, agora é refinar essa ideia. Eu gostaria de algo assim na Indy, mas não nessa versão. A gente tem de pensar que o Halo possivelmente atrapalharia em ovais, na formação das linhas. Precisamos ver isso", afirmou.
 
O veterano defendeu uma versão adaptada do Halo na Indy e acredita que isso não vai demorar muito a acontecer.
 
"Ter uma outra versão dessa mesma ideia seria bem positivo. Acho ainda que seria uma proteção facilmente colocada nos chassis atuais. Então, não deve demorar muito para que apareça na Indy", declarou.
 
O neozelandês atacou as declarações de Hülkenberg e defendeu o ponto de vista de Daniel Ricciardo. Para Dixon, é um absurdo não tentar melhorar a segurança do esporte.
 
"Todos têm seus pontos de vista, mas não entendo os motivos de atrasar a evolução da segurança. Entendo totalmente a resposta dada por Ricciardo. Os fãs não vão gostar menos da gente pela proteção. Se todos pensassem como Hülkenberg, jamais teríamos evoluções na segurança. O automobilismo é perigoso, a gente sabe das coisas que podem dar errado, mas temos de trabalhar para que precauções sejam tomadas", completou.
 

Maldonado na Indy? Vão rolar fortes emoções…http://grandepremio.uol.com.br/indy/noticias/dispensado-da-renault-na-f1-maldonado-negocia-com-carpenter-para-correr-em-circuitos-mistos-e-de-rua-da-indy

Publicado por Grande Prêmio em Segunda, 7 de março de 2016

VEJA A EDIÇÃO #18 DO PADDOCK GP, QUE TRAZ BATTISTUZZI, ABORDA F1, INDY E STOCK CAR

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;

google_ad_slot = “8352893793”;

google_ad_width = 300;

google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth

document.MAX_ct0 = '';

var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');

var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);

document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube