Do inferno ao céu em Milwaukee, Castroneves credita segunda posição à estratégia: "Este lugar é difícil"

Após largar apenas na 18º posição, brasileiro contou com a eficiência da Penske para partir para um jogo diferente dos líderes e, assim, conseguir avançar no pelotão. "As pessoas que usaram estratégia diferente foram capazes de fazer ultrapassagens", disse

 
Helio Castroneves foi do inferno ao céu em Milwaukee. Após escolher a configuração aerodinâmica errada na sessão classificatória de sexta-feira (14) e ficar apenas com a 18ª posição no grid de largada, o brasileiro conseguiu o oposto neste sábado (15): graças à estratégia e a uma pilotagem consistente, figurou entre os favoritos à vitória e cruzou a linha de chegada em segundo, atrás apenas de Ryan Hunter-Reay, vencedor da nona etapa da temporada 2013 da Indy.
 
Cada vez mais consolidado como líder do campeonato, o piloto da Penske admitiu que se não fosse pela estratégia da equipe, seu resultado final seria mais discreto, já que superar os adversários no oval de West Allis, em sua opinião, é algo difícil.
Castroneves, Hunter-Reay e Power no pódio de Milwaukee (Foto: Nick Laham/Getty Images)
Confira as imagens do GP de Milwaukee, nona etapa da Indy em 2013
Veja como ficou a classificação do campeonato da Indy após nove corridas

"Foi um dia interessante. Certamente, foi muito difícil fazer ultrapassagens", destacou o brasileiro. "Este lugar é difícil, porque temos muita pressão aerodinâmica e todo mundo usa linhas muito semelhantes. Mas acho que foi uma grande corrida, para ser honesto, porque as pessoas que usaram uma estratégia diferente, como eu, foram capazes de fazer ultrapassagens", prosseguiu.

 
"Foi um grande resultado. Estou extremamente animado, para ser honesto. A adrenalina ainda está correndo", comemorou. "Foi muito semelhante ao que aconteceu no Texas. Você tem que pensar um pouco mais à frente, especialmente quando você tem tantos caras usando as mesmas linhas. Você tem que usar as ferramentas que você tem."
 
Por fim, Helinho elogiou o desempenho da Penske, que também contou com Will Power na terceira posição, mas apesar de estar feliz com o resultado, lamentou que Hunter-Reay tenha impedido uma dobradinha da equipe mais tradicional da Indy.
 
"Tentei não colocar o carro em risco. Eu estava olhando adiante. No fim, foi uma grande performance para nós dois. Estamos muito felizes. Queríamos estar em primeiro e segundo lugar, mas infelizmente, o carro amarelo ficou em primeiro", encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube