Indy

Em Fast Six sem Penske e Andretti, Sato bate Rahal e forma 1-2 improvável da RLL no grid do Alabama

A definição do grid de largada da Indy em Barber foi completamente doida. Penske e Andretti sequer chegaram a um Fast Six que viu uma inusitada dobradinha da RLL com Takuma Sato batendo Graham Rahal para ficar com a pole

Grande Prêmio / GABRIEL CURTY, de São Paulo
A classificação para o GP do Alabama foi uma das mais loucas dos últimos tempos na Indy. Com uma série de equipes equilibradas, a Honda dominante e a Penske e a Andretti fora até do Fast Six, a RLL garantiu um 1-2 no grid com Takuma Sato superando Graham Rahal neste sábado (6).

Foi a oitava pole de Sato em sua carreira na Indy. O japonês, aliás, não partia da posição de honra do grid desde o GP de Pocono de 2017. Dentre os favoritos, Scott Dixon foi, de longe, o melhor, ficando com o terceiro melhor tempo, 0s2 acima da volta de 1min08s593 que deu a pole a Takuma.

James Hinchcliffe, após liderar dois treinos livres, ficou em um agridoce quarto lugar, seguido por Sébastien Bourdais e por Spencer Pigot, o melhor piloto da Chevrolet na classificação.

Will Power fez o que deu com uma Penske bem limitada e parte de sétimo, seguido por Alexander Rossi, Colton Herta e Santino Ferrucci.

Tirando Power, foi um dia muito duro para a Penske. Josef Newgarden, sempre favorito no Alabama, larga apenas em 16º, enquanto Simon Pagenaud caiu de novo na primeira fase da classificação e sai de 14º.

As Foyt não foram brilhantes, mas andaram no ritmo do resto do pelotão e isso já vale bastante para uma equipe que sofreu muito em todos os mistos em 2018. Matheus Leist larga de 15º e Tony Kanaan parte em 19º.
Takuma Sato larga na pole em Barber (Foto: IndyCar)
Confira como foi a definição do grid em Barber

A definição do grid de largada da Indy no Alabama começou com pequeno atraso para verificação do traçado, com os 12 primeiros carros indo à pista às 17h08 (em Brasília). O Grupo 1 foi formado por: Matheus Leist, Felix Rosenqvist, Tony Kanaan, Sébastien Bourdais, Santino Ferrucci, Spencer Pigot, Ed Jones, Zach Veach, Alexander Rossi, Jack Harvey, Colton Herta e Marco Andretti.
 
Rossi não perdeu tempo e já virou 1min09s0 de cara, garantindo a vaga para a segunda fase sem o menor problema. O americano ainda fez questão de ir além e baixou 0s2 no giro seguinte. 
 
Herta foi quem mais perto chegou do #27 e também já pareceu garantir a vaga sem maiores sustos. A Foyt resolveu abrir já os trabalhos com os pneus macios e Kanaan foi para terceiro, com Leist em sexto. A volta do veterano, aliás, era muito interessante em 1min09s0.
 
Acontece que os tempos despencaram em relação aos treinos livres e os pneus macios finalmente começaram a funcionar em uma temperatura nem tão quente - 25ºC em Birmingham. Todo mundo melhorou muito e Pigot foi para a ponta junto com Herta em 1min08s3. Ferrucci e Bourdais viraram 0s2 mais lentos com a Dale Coyne e Rossi e Harvey passaram com 1min08s8. Andretti, Leist, Rosenqvist, Kanaan, Jones e Veach ficaram pelo caminho.
Matheus Leist quase chegou na segunda fase da classificação (Foto: IndyCar)
Favorito, Newgarden cai na primeira fase

O segundo grupo foi liberado para ir à pista poucos minutos depois. Nele estavam: Josef Newgarden, James Hinchcliffe, Scott Dixon, Will Power, Graham Rahal, Simon Pagenaud, Ryan Hunter-Reay, Takuma Sato, Pato O'Ward, Max Chilton, Ben Hanley e Marcus Ericsson.
 
Depois de minutos que foram meramente protocolares com os pneus duros, foi com uma grande volta de Dixon em 1min08s4 que a coisa começou a ficar movimentada. 
 
Rahal, Power - bem no final, Hunter-Reay, Sato e Hinchcliffe também conseguiram avançar com grandes voltas em 1min08s7. Pagenaud ficou na trave, eliminado pela terceira vez na primeira fase em três classificações em 2019. Dominante em Barber, Newgarden também caiu fora, junto de O'Ward, Ericsson, Chilton e, claro, Hanley e sua DragonSpeed.
Josef Newgarden caiu na primeira fase (Foto: IndyCar)
Power perde Fast Six e Pigot vira único piloto da Chevrolet na disputa

A segunda fase veio logo depois com dez carros da Honda e dois da Chevrolet. O mais curioso é que apenas Dale Coyne, RLL e Andretti tinham dois carros, com Penske, Harding, Ganassi, Carpenter, Meyer Shank e Schmidt Peterson com representantes únicos.
 
Com todo mundo de pneus duros, apenas Sato e Harvey foram para a ousada tática de já começarem com os macios e viraram na frente com 1min08s8 e 1min09s4, tempos que dificilmente seriam suficientes para Fast Six.
 
O restante do grupo finalmente calçou os compostos vermelhos nos últimos três minutos e Pigot chegou chutando a porta. O americano virou 1min08s5 e bateu Dixon no detalhe. Apenas Hinch, já com o cronômetro zerado, foi mais veloz que Pigot, cravando 1min08s407. Sato, Rahal e Bourdais também conseguiram passar para o Fast Six.
 
Em mais um dia tirando leite de pedra, Power passou bem perto de ir à decisão da pole, mas ficou de fora junto com os então favoritos Rossi e Herta, Ferrucci, Hunter-Reay e Harvey.
Graham Rahal fez excelente classificação (Foto: IndyCar)
RLL surpreende com dobradinha no grid
 
O Fast Six só tinha a RLL com dois carros e viu estratégias bem diferentes entre os seis finalistas. Pigot começou com macios e trocou para os duros, enquanto Sato fez o contrário. Os outros quatro arriscaram tudo nos macios em uma ou duas voltas.
 
Parecia que seria Rahal o dono da pole, enquanto Pigot já deixava bem claro que estava fora da disputa ao rodar alto de macio e trocar para o duro. Só que Dixon encostou no americano e ameaçou, com Hinchcliffe na cola.
 
Acontece que a pole não sairia mais das mãos da RLL. Pelo contrário, o cenário só ficaria melhor. Rahal foi, sim, superado, mas pelo companheiro Sato, que virou 0s104 abaixo com o cronômetro zerado.

Indy, GP do Alabama, Barber, Grid de largada

1 T SATO RLL Honda 1:08.593  
2 G RAHAL RLL Honda 1:08.697 +0.104
3 S DIXON Ganassi Honda 1:08.808 +0.215
4 J HINCHCLIFFE SPM Honda 1:08.848 +0.255
5 S BOURDAIS Dale Coyne Honda 1:09.019 +0.426
6 S PIGOT Carpenter Chevrolet 1:09.607 +1.014
7 W POWER Penske Chevrolet 1:08.825 +0.232
8 A ROSSI Andretti Honda 1:08.887 +0.294
9 C HERTA Harding Honda 1:08.913 +0.320
10 S FERRUCCI Dale Coyne Honda 1:09.021 +0.428
11 R HUNTER-REAY Andretti Honda 1:09.076 +0.483
12 J HARVEY Meyer Shank Honda 1:09.297 +0.704
13 M ANDRETTI Andretti Honda 1:08.895 +0.302
14 S PAGENAUD Penske Chevrolet 1:08.794 +0.201
15 M LEIST Foyt Chevrolet 1:08.948 +0.355
16 J NEWGARDEN Penske Chevrolet 1:08.870 +0.277
17 F ROSENQVIST Ganassi Honda 1:08.963 +0.370
18 P O'WARD Carlin Chevrolet 1:08.901 +0.308
19 T KANAAN Foyt Chevrolet 1:09.033 +0.440
20 M ERICSSON SPM Honda 1:08.923 +0.330
21 E JONES Carpenter Chevrolet 1:09.044 +0.451
22 M CHILTON Carlin Chevrolet 1:09.057 +0.464
23 Z VEACH Andretti Honda 1:09.448 +0.855
24 B HANLEY DragonSpeed Chevrolet 1:10.417 +1.824