GUIA 2020: Andretti e Ganassi se reforçam, mas Indy começa com Penske favorita

A temporada 2020 da Indy chega com a novidade do aeroscreen e a expectativa para ver se o equipamento vai funcionar bem. Na briga pelo título, a Penske segue favorita, mas Andretti e Ganassi se movimentaram bem no mercado e devem surgir mais fortes que em 2019

GUIA 2020
_Andretti e Ganassi se reforçam, mas Indy começa com Penske favorita
_Chegada da McLaren e oficialização de Herta na Andretti sacodem grid
_Em nome de maior proteção, Indy enfim inaugura ‘Era Aeroscreen’
_Newgarden na frente e trio na cola: a primeira ordem de forças da Indy
_Fé no progresso ou conflito de interesses? A nova estreia de Roger Penske
_Quarteto de novatos chega ao grid com realidades bem distintas
_McLaren entra na disputa como rival da RLL no pelotão intermediário
_Por Tríplice Coroa, Alonso volta para McLaren, mas Indy 500 segue distante

A temporada 2020 da Indy começa no final de semana com o GP de São Petersburgo e, por isso, o GRANDE PRÊMIO abre os trabalhos com o Guia da categoria. No primeiro capítulo, um vídeo com um resumão do que devemos esperar do campeonato, com favoritos, equipes mais fortes e algumas das novidades em relação a 2019.

Serão 17 etapas, sendo apenas cinco em ovais, cinco em circuitos de rua e outras sete em mistos. Ao todo, dez equipes já confirmaram presença na temporada toda, com outras duas ainda tentando realizar o máximo de provas que for possível. Até o momento, não há confirmação de transmissão no Brasil na TV, apenas no DAZN, plataforma de streaming que já transmitiu as corridas de 2019.

 
O primeiro ponto que chama a atenção, naturalmente, é o uso do aeroscreen nos carros. A proteção de cockpit escolhida pela Indy foi intensamente testada durante os últimos meses e, em 2020, chega em definitivo. Ainda há, porém, alguns problemas relacionados ao aquecimento dentro do carro e até o surgimento de goteira durante a pré-temporada. Não é, portanto, uma certeza absoluta de sucesso.
A Indy está de volta no final de semana (Foto: Indycar)
Na ordem de forças das equipes, é impossível tirar a Penske do posto de favorita, afinal, foi a campeã de 2019, teve ainda o vice e, de quebra, levou as 500 Milhas de Indianápolis. No entanto, Ganassi e Andretti trabalharam para tentar reduzir a distância e se reforçaram no mercado: o time de Chip volta a ter um terceiro carro com Marcus Ericsson, enquanto a equipe de Michael e Mario adicionou Colton Herta, o novato sensação do ano passado, ao quinteto titular.
 
A McLaren chega de forma integral na vaga da Schmidt Peterson e parece uma boa aposta para liderar o pelotão intermediário, tendo como principais rivais a RLL, a Carpenter e a Dale Coyne. Em um primeiro momento, Foyt, Carlin e Meyer Shank aparecem mais para o fundo do pelotão.
 
Entre os pilotos, favoritismo natural do atual campeão Josef Newgarden, mas Scott Dixon, Alexander Rossi e Simon Pagenaud são três nomes muito fortes e que não podem ser tirados do primeiro grupo de candidatos ao caneco.
 
Paddockast #50
GRANDES PROMESSAS QUE NÃO VINGARAM

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube