GUIA 2022: Newgarden busca tri da Indy que passou da hora de acontecer

Com dois vice-campeonatos consecutivos, Josef Newgarden ganhou casca para mostrar que merece o terceiro título. Basta a combinação de carro e consistência dar certo

GUIA INDY 2022: FAVORITOS, NOVATOS E EXPECTATIVAS

São dois vice-campeonatos consecutivos, mas Josef Newgarden parece melhor do que nunca. Aos 31 anos de idade, o piloto de Nashville chega para a temporada 2022 da Indy como um dos favoritos, buscando entrar no rol dos tricampeões da história da categoria. E a demora para a terceira Astor Cup chegar para Josef é injusta com um dos melhores pilotos da atualidade.

O azar parece atrapalhar Newgarden mais do que tudo nos últimos dois anos. Em 2020, viu Scott Dixon ter um início arrasador e cozinhar bem a vantagem do campeonato com o melhor carro. Josef chegou a acordar na reta final do campeonato e cortou 100 pontos de vantagem do neozelandês, mas a distância era grande o suficiente para se tornar inalcançável, e ele terminou com o vice apesar de ser o piloto em alta no fim da temporada.

Já em 2021, viu a soma de azares com uma Penske incapaz de responder na reta inicial da disputa. O único erro crasso foi quando causou um big-one na abertura do campeonato, no Alabama. Fora isso, Newgarden teve de amargar duas derrotas dolorosas: ultrapassado por Pato O’Ward nas voltas finais do GP de Detroit 2 após uma relargada, e a falha no câmbio a três voltas do fim que custou um triunfo em Elkhart Lake. Apesar de tudo isso, ainda se recuperou para fechar com o vice-campeonato à frente do próprio O’Ward.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Josef Newgarden é um favorito ao título (Foto: Indycar)

LEIA TAMBÉM
+GUIA 2022: O’Ward e Herta saem em busca de título para seguir sonho de alcançar F1
+GUIA 2022: Penske atrás de reação, Andretti renovada e Ganassi no topo do grid da Indy 

+GUIA 2022: Indy entra em batalha de gerações com Palou favorito ao bicampeonato

Os anos sem título consolidaram Newgarden mais ainda na elite do esporte, e ele já faz por merecer o terceiro título, que precisa de dois fatores importantes para acontecer: uma Penske forte e a constância de resultados para compensar os azares.

Mesmo sendo referência em Indy, a impressão é que o time não respondeu bem desde que o mandatário Roger deixou as operações após comprar a categoria. O carro até se mostra forte, mas peca bastante nas classificações e nas estratégias, tanto que a rival Ganassi, com um piloto de menos experiência, soube lidar melhor com a concorrência e levou Palou ao título.

Capaz de andar na frente nos ovais, nos mistos e nos circuitos de rua, Newgarden entra no elenco dos “veteranos” em uma Indy cada vez mais jovem, mas tem muitos anos de competitividade pela frente. Resta o encaixe perfeito para sair com mais um título.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar