carregando
Indy

Newgarden critica Ferrucci por manobra na última curva: “Foi perigoso”

Josef Newgarden rodou na última curva do GP de Gateway e viu uma chegada no top-5 ser transformada em um sétimo lugar. O piloto criticou fortemente a manobra de Santino Ferrucci na última volta da corrida, que evitou que sua vantagem na liderança aumentasse

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
Josef Newgarden até aumentou sua vantagem em relação ao segundo colocado na tabela de classificação da Indy, mas a rodada na última curva, que o derrubou para o sétimo lugar em Gateway, deixou um gosto amargo para o líder da temporada.
 
Pole, Newgarden era o quinto colocado e viu um espaço para ultrapassar Santino Ferrucci na curva 4, já na última volta, mas foi fechado bruscamente e acabou rodando. O piloto da Penske conseguiu se arrastar pelos metros finais para cruzar em sétimo, mas ficou bem irritado com a manobra de Ferrucci.
 
"Veja, é importante saber que ele é um novato. O que ele fez, na minha opinião, foi perigoso. Ele veio falar comigo e disse que estava solto, por isso estava na parte de baixo do traçado. Eu estive na mesma posição, sei o que é passar na sujeira várias vezes. Ele veio direto para a parte de baixo para me fechar, o que não vejo necessidade”, declarou o líder do campeonato à NBCSN.
Josef Newgarden (Foto: Indycar)
“Deixei ele passar duas vezes porque senti problemas de vibração a corrida inteira, meu carro estava difícil de pilotar, então deixei ele passar, mas ele precisa aprender que se você faz isso em um oval, você vai causar uma batida grave. E ele precisa aprender isso. Você não pode voltar desse jeito para o traçado. Foi o instinto dele, voltar para o traçado. Você é um piloto, tem instintos assim, mas não pode fazer isso. É absolutamente errado. É uma lição, espero que ele aprenda e coloque isso na cabeça", completou.
 
Agora, Newgarden tem 38 pontos de vantagem para o segundo colocado, o companheiro de equipe Simon Pagenaud. Ele mira um trabalho forte nas corridas de Portland e Laguna Seca para sair com o título.
 
"Para nós hoje, o time fez um grande trabalho. O carro era rápido de frente para o vento, mas ficamos presos atrás de vários carros. Eles foram bem, acertaram todas as chamadas, pit-stops. Estou orgulhoso do time, agora é tentar fazer corridas melhores para encerrar a temporada", concluiu.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.