Retrospectiva 2020: Dixon e Newgarden dividem domínio em ano confuso da Indy

A pandemia mudou muita coisa na Indy, mas uma coisa não se alterou: Scott Dixon e Josef Newgarden seguem brilhando como os principais nomes da categoria

A temporada 2020 da Indy, assim como todas do mundo do esporte a motor, sofreu impactos fortes no calendário por conta da pandemia de covid-19. Porém, nem as mudanças fortes feitas na programação tiraram o protagonismo dos últimos campeões: foi mais um ano de Scott Dixon x Josef Newgarden.

O neozelandês teve uma temporada muito diferente do próprio normal, marcada por uma metade de campeonato absolutamente dominante e outra bastante modesta, sentado na própria vantagem e assistindo Newgarden crescer de camarote.

O veterano começou o campeonato se aproveitando das poucas oportunidades no Texas para vencer de forma dominante. Após passar Josef, que era pole, se valeu do melhor ritmo da Ganassi e disparou para uma vitória com tranquilidade. Na primeira das três corridas do misto de Indianápolis, teve uma de suas vitórias clássicas: acertou a estratégia após bandeira amarela e passou os oponentes com facilidade com pneus melhores.

Scott Dixon em Mid-Ohio (Foto: Indycar)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Em Elkhart Lake, mais uma daquelas coisas que só acontecem com Dixon. Estava entre os ponteiros e três adversários enfrentaram problemas nos boxes. Três vitórias nas primeiras três corridas do ano era algo que não acontecia desde os tempos de Sébastien Bourdais na Champ Car. Scott se colocou como o piloto a ser batido de 2020 e, ainda que cedo, como virtual campeão.

Nem a primeira vitória de Newgarden, na segunda corrida de Iowa, parecia incomodar o neozelandês, que foi ao pódio na corrida 1 daquele mesmo fim de semana e foi o segundo colocado na Indy 500, que teve um gosto amargo por ter liderado mais voltas e ter saído derrotado por Takuma Sato.

A vitória em Gateway, superando Sato e Patricio O’Ward, parecia consolidar o título de Dixon. Eram 116 pontos de vantagem para Newgarden, algo praticamente inalcançável, mas foi algo que não afetou a mente do americano da Penske, que começou a sua grande fase do ano logo no dia seguinte, vencendo a corrida 2 no oval de Illinois.

Newgarden foi brilhante na rodada dupla em Indianápolis (Foto: Indycar)

Em Mid-Ohio, pista historicamente forte para Dixon, o neozelandês somou o décimo lugar em duas oportunidades com desempenhos bem medianos. Nas duas visitas seguintes ao misto de Indianápolis, mais performances fracas de Scott, enquanto Newgarden arrebatou a corrida 1 e somou um quarto lugar na 2 após atuação fantástica.

Dixon chegou na rodada final, em St. Pete, com 32 pontos de vantagem para Newgarden. O americano não jogou a toalha na única corrida de rua do ano e foi para cima, com agressivas ultrapassagens que renderam a quarta vitória de 2020, mesmo número do rival. O problema é que Scott foi terceiro colocado e garantiu a Astor Cup com vantagem de 16 tentos, ou seja, 100 a menos do que tinha de frente após o triunfo em Gateway.

Mesmo com um ano de adversidades ao redor do mundo, a briga da Indy se desenhou apenas entre seus dois principais nomes, que devem seguir batalhando um contra o outro nos próximos campeonatos. E valeu a pena, Dixon e Newgarden renderam excelentes momentos.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar