Terceiro em Milwaukee, Power volta a andar bem em pista oval e rebate críticas: "Nunca foi falta de ritmo"

Tido como um piloto muito bom em pistas mistas mas pouco competitivo em ovais, australiano teve boa performance pela segunda vez seguida e disse gostar deste tipo de circuito: "Sempre acontecia algo incomum quando eu estava em uma boa posição", explicou

 
Will Power comemorou muito a terceira posição no GP de Milwaukee, nona etapa da temporada 2013 da Indy. Graças a uma atuação combativa e boas ultrapassagens, o australiano não só completou o pódio em West Allis como por pouco não tomou o segundo lugar de seu companheiro de equipe, Helio Castroneves.
 
Em franca recuperação no campeonato, o piloto do carro #12 comemorou muito não só o resultado como também o desempenho geral da Penske na prova. "Tivemos uma corrida muito boa e sólida no final. Foi um pouco tarde, mas acho que nós tivemos um dos carros mais fortes. Tive um tipo de desafio com Helio, mas ultrapassar foi muito difícil", comentou.
 
"Estive muito consciente ao me aproximar dele, ele lidera o campeonato. Para a Penske, é tudo sobre a equipe. Eu não queria fazer nada desesperado ou algo do tipo. Quero ter certeza de que manteremos a liderança. Se eu pudesse tê-lo ultrapassado facilmente, eu o faria. Mas apesar de tudo, foi um dia muito bom. Estou muito feliz com o terceiro lugar."
Hunter-Reay brincando de bolinho com Power no pódio
Confira as imagens do GP de Milwaukee, nona etapa da Indy em 2013
Veja como ficou a classificação do campeonato da Indy após nove corridas

Power também aproveitou para rebatar as críticas de quem condena seus desempenhos habitualmente fracos em circuitos ovais. Contrariando o próprio retrospecto, o australiano afirmou que gosta deste tipo de pista.

 
"Como eu sempre disse, nunca foi falta de ritmo. Nos últimos anos, sempre acontecia algo incomum comigo em ovais sempre que eu estava em uma boa posição. Eu gosto de ovais, realmente aprecio. Espero ser sempre competitivo em circuitos mistos ou ovais."
 
Por fim, Will falou sobre sua recuperação no campeonato e também sobre a nova fase da própria Penske, que teve um mau início de temporada e agora parece voltar a fazer frente à Andretti, tida como a melhor equipe do momento.
 
"Como você sabe, quando você tem uma grande e real crise, você tem que reavaliar você mesmo, voltar ao que na verdade te coloca na posição de ser um grande time. É o tipo de fase no qual estou agora. E isso é bom. Você volta a trabalhar realmente duro", concluiu.
 
Power subiu para a 11ª posição na classificação, com 188 pontos.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube