Wickens pede saída de Pocono da Indy após novo acidente: “Relação tóxica”

Após sofrer acidente que causou paraplegia em 2018, Robert Wickens veio a público após a batida de 2019 para pedir a saída de Pocono do calendário da Indy. Circuito não está confirmado para as próximas temporadas, já que contrato vence neste ano

Após o assustador acidente na largada das 500 Milhas de Pocono, Robert Wickens veio a público para pedir a saída do circuito do calendário da Indy.
 
Em 2018, Wickens sofreu um forte acidente, com seu carro colidindo contra o muro e arremessado contra a grade. O canadense sofreu diversas lesões e ficou paraplégico. Ele comentou que a relação da Indy como Pocono é tóxica e precisa de um divórcio.
 
"Quantas vezes precisaremos passar pela mesma situação até entender que a Indy não deve correr em Pocono? É uma relação tóxica e acho hora de considerar um divórcio. Estou aliviado [pelo que tenho de informação] que todos estão bem após este acidente assustador", publicou nas redes sociais.
Quem também pediu a saída da corrida do calendário foi Sage Karam, que liderava a prova em 2015 e bateu contra o muro. Uma peça de sua asa dianteira voou e atingiu o capacete de Justin Wilson, que veio a falecer. Karam correu três vezes na temporada da Indy.
 
"Aliviado por ver que todos estão bem. Nunca é um bom sentimento quando você algo assim, especialmente quando são seus irmãos. Acho que a resposta é clara que não deveríamos estar aqui. Na minha opinião, isso foi respondido tempos atrás", comentou.
 
O contrato da Indy com Pocono se encerra neste ano. Negociações existem para uma possível renovação, mas já é cogitada a substituição da prova pelo oval de Richmond. O calendário de 2020 da categoria tem previsão para ser divulgado em setembro.
 
O acidente na primeira volta da corrida de 2019 envolveu Takuma Sato, Alexander Rossi, Ryan Hunter-Reay, James Hinchcliffe e Felix Rosenqvist, o único a ser transferido para um hospital. Os outros pilotos foram liberados.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube