Windom decola após atingir Malukas em acidente forte no começo das 100 Milhas de Indianápolis da Lights

David Malukas rodou e, com o pelotão ainda muito próximo, Chris Windom não pôde evitar uma batida forte na segunda volta da etapa de Indianápolis da Lights. Os dois carros sofreram danos profundos e a bandeira vermelha foi necessária

As 100 Milhas de Indianápolis começaram com um acidente sério nesta sexta-feira (24). A segunda volta da corrida da Indy Lights teve David Malukas rodando sozinho durante briga por posição. Com o pelotão ainda muito próximo, Chris Windom não teve tempo de reação e acertou o adversário em cheio.
 
Windom decolou brevemente, fazendo com que o carro batesse com força na barreira de proteção. Apesar da cena preocupante, Chris conseguiu sair por conta própria do cockpit. Malukas precisou da ajuda de fiscais, mas também aparentou estar ileso.
Forte acidente no início da Freedom 100 (Foto: Reprodução)

A pista, por sua vez, não saiu intacta. A bandeira vermelha foi acionada para averiguar a necessidade de reparos nas barreiras de proteção, além de remover as infinitas peças de carro espalhadas pelo asfalto.

 
No momento da paralisação, com apenas 2 de 40 voltas completas, Robert Megennis era o líder. O americano já tinha feito a pole-position, sustentando a ponta com uma largada tranquila. 

A principal prova da Indy Lights teve uma série de trocas de liderança, acidente forte, toques, ótimas disputas e uma chegada fenomenal. Ryan Norman bem que tentou, mas Oliver Askew faturou a vitória por meros 0s007, com ambos cruzando a linha de chegada lado a lado separados no detalhe.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube