José Ricardo coloca #319 da Americanet na liderança ao fim da nona hora das 500 Milhas. Scuderia GP é 29ª

A nona das 11 horas de duração das 500 Milhas da Granja Viana chegou ao fim com José Ricardo e a Americanet herdando a liderança deixada pelo #71 da Barrichello Hero, que decidiu realizar a segunda parada longa obrigatória. Já a Scuderia GP viveu bom momento, chegou a andar em 19º, mas fechou a hora também com a parada longa obrigatória

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Mais uma equipe diferente terminou uma volta do relógio na liderança da edição 2017 das 500 Milhas da Granja Viana, neste sábado (16), em Cotia. O #319 da Americanet, pelas mãos de José Ricardo, completou a nona de 11 horas de prova à frente do resto do pelotão.

 
De fato, o rendimento do novo líder foi muito bom nos últimos minutos, mas a ponta só chegou porque o #71 da Barrichello Hero, que ponteava até dez minutos para o fim da hora, partiu para a segunda e última parada obrigatória de 15 minutos.
 
Com os primeiros colocados já apostando nas paradas, grupos que não vinham disputando as posições frontais assumiram o top-3. Com Gustavo Yacamán, o #88 da Claro Locres II fechou em segundo enquanto André Castro e o Spirit Sports #13 foi terceiro.
 
O melhor posicionado na classificação real da corrida é o MDG Matrix I #91, agora guiado por Julio Campos. Já com as duas paradas longas realizadas, a equipe que tem ainda Felipe Massa e Lucas Di Grassi está a apenas oito voltas dos líderes e com a nona colocação.
 
A Scuderia GP, com o segundo stint de Alicio del Nero, andou bem forte e chegou a ocupar a 19ª colocação geral. No fim, com um problema no cabo de aceleração e com o combustível já no fim optou por realizar a segunda e última parada longa. 
Alicio Del Nero (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
"Foi um stint bem puxado. Entramos de pneus vermelhos, que são mais rápidos, mas exigem muito mais fisicamente para nós que somos amadores, não temos o mesmo preparo dos profissionais. Pelo que o pessoal dos boxes me disse, o tempo não estava o que eu queria, mas estava regular, atingi meu objetivo. Fui até quase esvaziar o tanque, tinha combustível para mais umas dez voltas, mas me deu câimbra bem na perna do acelerador, aí decidi, já que estava dentro da estratégia, entrar nos boxes. Espero que o Allyson esteja melhor do que eu", brincou Alicio.

Ao fim da hora, enquanto a parada ainda estava em curso, o #44 ocupava a 29ª colocação geral. E quarta na Thunder Light, então liderada pelo #11 da CPKA, nas mãos de Kléber Barcellos.

EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube