SRT fecha acordo e anuncia chegada de Granado para temporada 2021 da MotoE

Em sua terceira temporada na MotoE, o brasileiro, que conta com três vitórias, deixa a Avintia para ingressar na nova equipe

Eric Granado está de mudança para a SRT na temporada 2021 da MotoE. Nesta quinta-feira (26), a equipe confirmou a chegada do brasileiro ao time, exaltando as conquistas do piloto nos dois últimos campeonatos.

O competidor de 24 anos está envolvido com a categoria de motos elétricas desde o início. Defendendo a Avintia, conta com três pódios, sendo todos eles vitórias. Teve sua melhor campanha em 2019, quando encerrou a classificação na terceira colocação. Ainda, conta com duas pole-positions no currículo.

“Estou muito feliz e animado com esta oportunidade que a SRT me ofereceu. Quero agradecer o time por acreditar em mim e em meu trabalho. Estou muito feliz em ser parte desta família, são muito profissionais e já tiveram sucesso”, falou Granado em comunicado oficial.

Granado muda para a SRT em 2021 (Foto: SRT)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Estou animado e espero que possa dar bons resultados – e que possamos brigar pelo título de 2021 juntos. Mal posso esperar para começar o trabalho o quanto antes”, completou o competidor nascido em São Paulo.

Matteo Ballarin, chefe do time, afirmou que “estamos muito felizes em anunciar o acordo com Eric Granado para a temporada 2021. Já provou que pode ser um bom piloto em diferentes categorias e, acima de tudo, tem grande experiência na MotoE, tendo participado do grid nas duas últimas temporadas.”

“Junto com seus bons resultados até o momento, o GP de Valência do ano passado vem à mente – venceu as duas corridas brigando conosco nas últimas voltas. A equipe tem o prazer de recebê-lo e esperamos que possamos brigar pelas posições da ponta e título de 2021. Temos muito trabalho e um ótimo futuro nos aguarda”, concluiu o dirigente.

Granado, campeão do Campeonato Espanhol de Moto2 em 2017, chegou ao Mundial de Motovelocidade m 2012 pela Moto2. No ano seguinte, desceu para a Moto3, onde ficou até 2014. O piloto retornou em 2018 para a temporada completa da classe intermediária, mudando para a MotoE em 2019.

LEIA TAMBÉM
Crutchlow tem temporada 2020 de tropeços, mas deixa MotoGP de cabeça erguida
O ano da pandemia: as notas e os fatos da temporada 2020 da MotoGP
Saída de Rossi do time de fábrica da Yamaha encerra capítulo dos mais belos da MotoGP
Dovizioso fecha capítulo Ducati em baixa e com sonho distante de voltar à MotoGP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar