Aleix Espargaró destrona Miller por só 0s018 e lidera treino 3 em Valência. Rossi é décimo

Apesar de ter levado um susto com um acidente forte do irmão caçula, o piloto da Aprilia conseguiu se concentrar o bastante para cravar o melhor tempo na manhã deste sábado (13). No último GP da carreira, Valentino Rossi vai direto à fase final da classificação

BINDER FAZ LAMBANÇA NO ALGARVE E AMPLIA DEBATE POR IDA PRECOCE À MOTOGP | GP às 10

Aleix Espargaró colocou a Aprilia no topo no terceiro treino da MotoGP em Valência. O piloto da moto #41 aproveitou os minutos finais da sessão matutina deste sábado (13) para destronar Jack Miller e garantir o melhor tempo do fim de semana.

Apesar de ter levado um susto com um tombo feio do irmão caçula Pol, Aleix foi para a pista nos minutos finais da sessão para cravar 1min30s529 e garantir a ponta da tabela com só 0s018 de margem para Miller. Mais 0s067 atrás, Franco Morbidelli ficou com o terceiro posto.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Aleix Espargaró liderou o TL3 (Foto: Divulgação/MotoGP)

WEB STORY
Como ficou o grid de 2022 da MotoGP

Francesco Bagnaia anotou 1min30s652 e ficou com o quarto posto, diante de Jorge Martín. Melhor Suzuki, Joan Mir ficou com a sexta posição, diante de Takaaki Nakagami. Fabio Quartararo sofreu, mas conseguiu a nona colocação, 0s262 atrás do líder.

No último GP da carreira, Valentino Rossi contou com uma mãozinha de Bagnaia para cravar 1min30s825 e garantir o décimo tempo, o que lhe assegura uma vaga direto no Q2 da classificação.

O GP da Comunidade Valenciana, em Valência, acontece no domingo, às 10h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Saiba como foi o treino 3 da MotoGP em Valência:

O sábado em Valência amanheceu com sol, porém frio. Na hora do TL3, os termômetros mediam 16°C, com o asfalto chegando apenas em 14°C.

Fabio Quartararo está usando a câmera no ombro neste fim de semana (Vídeo: MotoGP)

Miguel Oliveira abriu a sessão com o pé direito, no topo da tabela de tempos, 0s221 à frente de Joan Mir. Álex Márquez vinha em terceiro, seguido por Aleix Espargaró e Franco Morbidelli.

Sem muita demora, Aleix tomou o comando com 1min31s544, 0s097 melhor do que Joan Mir. Além da liderança nesta manhã, o tempo já melhorava a situação do catalão no combinado dos treinos, já que o colocava provisoriamente na lista de aprovados para o Q2.

Ainda neste início de sessão, Johann Zarco precisou voltar aos boxes da Pramac com algum problema na Desmosedici. Com pouco mais de 30 minutos de sessão pela frente, os mecânicos teriam pouco tempo para identificar e reparar a falha.

Johann Zarco teve problemas com a moto ainda no início do TL3 (Vídeo: MotoGP)

Enquanto isso, Aleix baixou para 1min31s405 antes de parar nos boxes da Aprilia. Já rodando com um traseiro macio, Nakagami avançou para a segunda colocação, 0s097 atrás do líder. Jack Miller era o terceiro, diante de Joan Mir e Jorge Martín. Fabio Quartararo, que fechou a sexta-feira insatisfeito, era apenas o décimo, 0s631 atrás de Aleix.

Calçando um par de médios, Pol Espargaró começou a escalar a tabela e logo formou uma dobradinha familiar, se instalando em segundo. 0s090 atrás do irmão mais velho. Nakagami caiu para terceiro, diante de Bagnaia e Miller. Mais atrás, Morbidelli também melhorou e agora aparecia em nono.

A situação na ponta, contudo, mudou rapidamente. Nakagami foi a 1min30s952 e tomou o segundo posto, reduzindo para apenas 0s001 a vantagem de Aleix no topo da tabela.

MotoGP preparou uma série de homenagens a Valentino Rossi no último GP da carreira (Vídeo: MotoGP)

Perto da marca de 15 minutos para o fim, Aleix permanecia no topo da tabela, com Nakagami, Pol, Brad Binder, Joan Mir, Bagnaia. Miller, Martín, Álex Márquez e Johann Zarco formando o top-10. Os dois últimos, porém, não tinham passagem direta ao Q2, já que Álex Rins e Andrea Dovizioso seguiam no grupo dos dez mais rápidos no fim de semana, apesar de estarem em 11º e 21º, respectivamente, na sessão desta manhã.

Minutos depois, Pol Espargaró caiu na curva 13, provocando uma bandeira amarela. O espanhol ficou estirado na brita e as câmeras de TV cortaram para os boxes da Aprilia para mostrar a reação de Aleix. Depois de alguma demora, a TV voltou a mostrar o caçula dos irmãos de Granollers, que estava visivelmente com dor, mas já se movia enquanto era atendido pelos médicos.

Pol Espargaró deixou a pista de mapa após uma forte queda (Foto: Reprodução/MotoGP)

Enquanto isso, Mir foi a 1min30s905 e assumiu a liderança da sessão, 0s046 melhor do que Aleix. Quartararo também conseguiu avançar e subiu para o quinto posto.

Ao passo que os tempos baixava, Pol foi retirado da pista de maca, mesmo sem a interrupção do treino. A RC213V da Honda ficou bastante danificada.

Na 16ª volta, Jack Miller cravou 1min30s547 e assumiu a liderança, 0s329 melhor que Mir. Morbidelli vinha agora em quinto, com Rins em sétimo e Iker Lecuona ocupando a décima colocação.

Bagnaia foi a 1min30s830 e formou um 1-2 da Ducati, 0s283 mais lento do que Miller. Mir caiu para terceiro, diante de Aleix. Mais atrás, Luca Marini subiu para oitavo, com Johann Zarco tomando a décima posição.

O domínio vermelho, porém, foi breve. Com 1min30s614, Morbidelli saltou para a segunda colocação, cortando a vantagem de Miller para apenas 0s067. Nakagami também avançou e vinha agora em terceiro.

Jack Miller assumiu a ponta nos minutos finais em Valência (Video: MotoGP)

Alguns minutos após o acidente, depois de informar que Pol estava consciente, a MotoGP exibiu a imagem do acidente da curva 13. O piloto da Honda foi ejetado da moto e bateu violentamente contra o asfalto do Ricardo Tormo.

Joan Mir, então, foi a 1min30s801 e assumiu o quarto posto. Mais atrás, Quartararo subiu para oitavo.

Com quase dois minutos para o fim, Martín saltou para terceiro, diante de Bagnaia. Quem também melhorou foi Valentino Rossi, que pulou para sétimo no vácuo de Pecco, mas foi de imediato superado por Quartararo e Mir, caindo para nono.

Usando um pneu duro na frente e um macio atrás, Aleix cravou 1min30s529 e retomou o comando da sessão, só 0s018 melhor do que Miller.

Valentino Rossi agradeceu Francesco Bagnaia pela ajuda (Vídeo: MotoGP)

Instantes antes de o cronômetro travar, Lecuona sofreu uma queda, o que causou uma breve bandeira amarela.

Sem mais tempo no relógio, Aleix garantiu o melhor tempo, à frente de Miller e Morbidelli. Rossi confirmou o décimo tempo e vai direto para o Q2 da classificação.

LEIA TAMBÉM
Acosta conquista merecido título da Moto3 e cria expectativas para futuro no Mundial
Bagnaia domina rivais, alcança melhor fase e se coloca como um dos favoritos para 2022

MotoGP 2021, GP da Comunidade Valenciana, Valência, Treino livre 3:

1A ESPARGARÓAprilia Gresini1:30.529 
2J MILLERDucati1:30.547+0.018
3F MORBIDELLIYamaha1:30.614+0.085
4F BAGNAIADucati1:30.652+0.123
5J MARTÍNPramac Ducati1:30.714+0.185
6J MIRSuzuki1:30.762+0.233
7T NAKAGAMILCR Honda1:30.777+0.248
8J ZARCOPramac Ducati1:30.786+0.257
9F QUARTARAROYamaha1:30.791+0.262
10V ROSSISRT Yamaha1:30.825+0.296
11A RINSSuzuki1:30.866+0.337
12B BINDERKTM1:30.893+0.364
13I LECUONATech3 KTM1:31.112+0.583
14L MARINIAvintia VR46 Ducati1:31.135+0.606
15A MÁRQUEZLCR Honda1:31.152+0.623
16D PETRUCCITech3 KTM1:31.217+0.688
17M VIÑALESAprilia Gresini1:31.239+0.710
18A DOVIZIOSOSRT Yamaha1:31.377+0.848
19M OLIVEIRAKTM1:31.388+0.859
20E BASTIANINIHonda1:31.389+0.860
21P ESPARGARÓHonda1:31.495+0.966
CINCO DISPUTAS PARA SE OBSERVAR NO FIM DO MUNDIAL DE MOTOVELOCIDADE | GP às 10
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar