Bagnaia domina rivais, alcança melhor fase e se coloca como um dos favoritos para 2022

Francesco Bagnaia venceu a terceira corrida nas últimas cinco provas da MotoGP, tem dominado as classificações, mas chegou tarde demais para desbancar Fabio Quartararo. Agora, coloca-se como um dos melhores para levar o título em 2022

O acidente envolvendo Iker Lecuona e Miguel Oliveira nas voltas finais (Vídeo: Reprodução/Sportv)

Todas as 21 voltas do GP do Algarve — encerrado mais cedo por conta de uma bandeira vermelha — tiveram apenas um piloto na liderança: Francesco Bagnaia. Por mais que tenha perdido a ponta na largada, o italiano recuperou-se ainda na primeira curva e rumou para uma tranquila e convincente vitória em Portimão.

Das últimas corridas da MotoGP, apenas uma não foi completamente dominada por Bagnaia. Desde o GP de San Marino, são cinco poles consecutivas, três vitórias e um outro pódio. Só não ganhou outra, na Emília-Romanha, porque caiu e perdeu uma vitória certa a três voltas do fim.

Se contarmos somente a reta final da MotoGP em 2021, Bagnaia perdeu em Austin depois de uma largada ruim. Ainda assim, chegou na terceira posição. A queda na Emília-Romanha sepultou as chances de título, que ficou com o consistente Fabio Quartararo, mas Pecco elevou o nível na reta final do certame.

Francesco Bagnaia venceu no Algarve e garantiu o Mundial de Construtores para a Ducati (Foto: AFP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

O que se viu na segunda metade da MotoGP em 2021, foi um italiano mais acostumado com a agressiva moto da Ducati, colecionando bons resultados e finalmente se colocando como um postulante ao título. Não veio neste ano, mas não é o fim. O desempenho das últimas provas mostram que a confiança está em alta para o piloto do número #63.

“Estou realmente feliz. Obviamente eu queria ter encerrado a corrida com a bandeira quadriculada e não sob bandeira vermelha, mas ainda foi uma grande vitória. Foi um fim de semana incrível, realmente curti todas as atividades”, disse.

“Imediatamente, me encontrei à vontade de maneira incrível. Tudo foi perfeito e estou bem feliz pelo título de Construtores da Ducati. Nós merecíamos novamente. Agora vamos para Valência, para encerrar a temporada do melhor jeito possível, com outro excelente resultado”, completou.

Essa união praticamente perfeita entre Bagnaia e Ducati neste fim de ano mostra que o ritmo está ali, a confiança também. Pecco já pinta, com meses de antecedência, como um dos grandes nomes do Mundial de Motovelocidade para 2022. Óbvio que muita coisa pode mudar, mas é um dos grandes adversários para Fabio Quartararo no ano da defesa de título.

Francesco Bagnaia liderou todas as voltas em Portimão (Foto: AFP)

É esperado, claro, que a Ducati acerte na moto também. O segundo título de Construtores, conquistado em Portimão, claramente animou a montadora italiana, que espera finalmente quebrar o longo jejum no Mundial de Pilotos, algo que já dura desde 2007, quando Casey Stoner foi campeão.

“A melhor moto do mundo é italiana. Vencer o Mundial de Construtores pelo segundo ano seguido é um grande sucesso que nos enche de orgulho. Mais uma vez, o time de engenheiros e pilotos nos entregou grandes resultados, a Desmosedici GP confirmou-se competitiva, colocando 5 dos 6 pilotos no campeonato no pódio”, disse Claudio Domenicali, diretor-executivo da Ducati.

“Nós apostamos nesses jovens talentos e a energia deles não nos desapontou. Agradeço muito a toda equipe Ducati por outra vez trazer grandes resultados para casa, trabalhar com paixão e determinação”, concluiu o dirigente.

Para 2022, não descartem Pecco Bagnaia. Depois de finalmente subir no pódio, logo no início do ano, e passar por situações ruins durante a temporada, fechar com vitórias e tão dominante é um sentimento importante para o italiano. É, desde já, um dos favoritos para o próximo campeonato da MotoGP. Basta errar menos e contar com a Ducati em momentos grandiosos. É hora do salto para a glória.

MotoGP volta a acelerar no próximo domingo (14), para a última etapa da temporada, o GP da Comunidade Valenciana, em Valência. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

LEIA TAMBÉM
# Quartararo renasce após derrota dolorida e conquista merecido título na MotoGP 2021
Quartararo justifica aposta e tira Yamaha da fila após cinco anos de jejum na MotoGP

Marc Márquez vence fora da zona de conforto e ganha fôlego em recuperação na MotoGP
Pódio de Pol Espargaró é tão importante para Honda quanto vitórias de Marc Márquez
FIM precisa adotar superlicença para selecionar melhor quem pode correr na MotoGP
Yamaha e Ducati se enfrentam na reta final de 2021 por títulos de Construtores e Equipes
Morbidelli mostra sinais de recuperação e fortalece planejamento de 2022 com Yamaha

AUMENTO NA IDADE MÍNIMA É REAÇÃO NECESSÁRIAS A TRAGÉDIAS DO MOTOCICLISMO | GP às 10
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar