Aleix Espargaró diz que contrair Covid-19 seria “desastre enorme” para Aprilia

Catalão contou que toma todos os cuidados necessários e também é pressionado pela montadora de Noale a seguir as recomendações em meio à pandemia do novo coronavírus

O positivo de Jorge Martín levou o tema da Covid-19 de volta ao paddock da MotoGP nesta quinta-feira (10). Titular da Aprilia, Aleix Espargaró admitiu que seria um “desastre enorme” para a equipe ter de afastá-lo por conta da pandemia do novo coronavírus.

Residente em Andorra, Aleix costuma coincidir com Martín nos treinos, inclusive por terem o mesmo preparador físico.

Aleix Espargaró está em alerta para não precisar desfalcar a Aprilia (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Falei com Jorge há alguns dias e ele está assustado, obviamente. Em um campeonato assim curto, perder uma corrida pode significar que você não possa lutar pelo título, o que é ruim”, ponderou.

Tradicional líder da Aprilia, o irmão de Pol está especialmente sobrecarregado neste ano, já que Andrea Iannone está suspenso por doping ― e ainda espera o julgamento do caso no Tribunal Arbitral do Esporte. Assim, o piloto de Granollers redobrou os cuidados para evitar o contágio.

“Sou piloto de fábrica e, pelo problema com Iannone, estou praticamente sozinho. Se eu desse positivo para coronavírus, o desastre para a Aprilia seria enorme, então não posso permitir que aconteça”, disse Aleix. “Estou cada dia mais consciente sobre as medidas de segurança que temos de adotar para evitar o contágio. Ainda mais depois da segunda onda na Espanha. E a Aprilia segue me pressionando para que eu cumpra [as recomendações]”, comentou.

“Foi o primeiro verão em que praticamente não saí de casa. Fui para a praia com a família quatro dias e nem sequer me reuni com amigos ou fui para as ilhas, como fazemos anualmente. Treinei sozinho e faço minhas sessões de academia online com o meu preparador. Também limitei muito as horas de fisioterapia”, relatou.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de San Marino e da Riviera de Rimini, sétima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Paddockast #77 | Como amar a moribunda Ferrari em crise?
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube