Rins mostra frustração com sequência de quedas na MotoGP em 2021: “Não sei explicar”

Álex Rins abandonou as últimas três corridas da temporada 2021 da MotoGP após acidentes, sempre quando ocupava as primeiras posições. A má fase incomoda o piloto da Suzuki, que espera melhor resultado na próxima etapa, em Mugello

Trailer dos personagens clássicos do F1 2021 (Vídeo: Codemasters)

O GP da França não foi o esperado para Álex Rins. Depois de largar na modesta 15ª posição, o espanhol reagiu nas primeiras voltas e já aparecia na briga pelo pódio. Então, a chuva apareceu em Le Mans com força e, na volta 5, perdeu o controle da Suzuki GSX-RR ao sair dos boxes e abandonou a disputa.

A queda tirou de Rins mais uma chance de briga por pódio e até mesmo vitória. No GP de Portugal, o espanhol caiu enquanto perseguia o líder Fabio Quartararo. Em Jerez, era o sexto colocado quando foi ao solo e abandonou a disputa. Com isso, aparece na discreta 12ª posição do campeonato, com apenas 23 pontos, e isso está incomodando o piloto.

“É verdade, tenho me acidentado muito nesta temporada. Estou caindo tudo que caí nos últimos dois anos. Não sei como explicar, pois estou me sentindo bem. Trabalho duro em casa e com minha equipe. Isso acontece algumas vezes, não sei”, disse aos jornalistas após o GP da França.

Rins caiu nas últimas três etapas da MotoGP em 2021 (Foto: Suzuki)

LEIA TAMBÉM
⇝ Miller engrena com vitórias seguidas e assume protagonismo na temporada da MotoGP
⇝ WEB STORY: Com Miller, Zarco e Quartararo, MotoGP tem pódio incomum na França

“Melhoramos muito a moto. Eu preciso me desculpar com a equipe porque este ano é o que mais me sinto forte com a moto, exceto nas classificações. Fizemos grandes evoluções, estamos apenas cometendo erros idiotas”, completou.

Rins ainda admitiu que é difícil manter o foco com a fase ruim, mas prometeu chegar ao GP da Itália, daqui a duas semanas, com uma nova mentalidade para conseguir melhores resultados.

“É um pouco complicado nestes momentos ver o pessoal da equipe chateado. Estamos passando por um momento difícil com três acidentes em três corridas. Não é fácil, é difícil para mim também. Mas vamos zerar tudo e chegar com força em Mugello”, finalizou o piloto da Suzuki.

A MotoGP volta à ação no dia 30 de maio, com o GP da Itália, sexta etapa do calendário. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar