Após toque, Morbidelli diz que “elegância e fair-play não são pontos fortes de Zarco”

Franco Morbidelli não escondeu sua irritação com Johann Zarco após o toque que culminou com uma queda do italiano no início da corrida em Brno no domingo (4). O piloto da SIC considerou que fair-play e elegância não são pontos fortes do rival da KTM

Franco Morbidelli não escondeu sua irritação com a atuação de Johann Zarco no GP da Tchéquia de domingo (4). O piloto da SIC considerou que fair-play e elegância não são pontos fortes do titular da KTM.
 
Zarco iniciou o primeiro incidente da corrida em Brno. Terceiro no grid, o #5 perdeu nove posições na primeira volta e, na curva 4, tocou Morbidelli, que caiu e acabou levando Joan Mir junto.
 
Na visão do #21, a ação de Zarco foi uma “manobra deselegante”, resultado da frustração pelo início de corrida ruim. 
Franco Morbidelli e Joan Mir caíram após toque de Johann Zarco (Foto: Reprodução)
Paddockast #27
Schumacher e Vettel: UNIDOS POR UM RECORDE

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

“Talvez Johann estivesse um pouco frustrado e decidiu fazer uma manobra deselegante para cima de mim”, disse Morbidelli. “Nós todos sabemos que nem elegância e nem fair-play são os pontos fortes de Johann”, seguiu.

 
“Eu estava por fora, estava na frente e tentando fazer a minha curva. Aparentemente, Johann sentiu a necessidade de conseguir um pouco mais de espaço e criar um pouco mais de espaço para si ou simplesmente decidiu bater em mim, não sei”, comentou. “Isso simplesmente me fez acabar no chão e acabou com a minha corrida e a do Mir”, resumiu.
 
“Eu entendo claramente que ele estivesse frustrado, porque ele teve um início terrível. Perdeu muitas posições e acho que fez uma manobra ditada por sua frustração”, avaliou. “Infelizmente, era eu que estava lá. Como disse, todos nós sabemos que Zarco não é o piloto mais limpo e elegante. Mas não vou reclamar muito, as corridas são assim”, completou.
 
Mir, por sua vez, avaliou que a queda lhe tirou a chance de brigar por um lugar no top-5, já que mostrou um bom ritmo no warm-up.
 
“Foi uma pena, porque, depois do warm-up, foi o terceiro treino no seco, conseguimos um bom acerto. Consegui ser rápido e realmente constante”, apontou Joan. “Aí na corrida, é isso que acontece quando você começa atrás, mas o que posso dizer?”, continuou. 
 
“Eu estava ganhando posições, aí na quarta curva, acho que Zarco ou algum maluco tocou Morbidelli, aí Morbidelli caiu e atingiu a minha roda, e foi isso”, resumiu. 
 
O piloto da KTM admitiu que não viu Morbidelli no momento do incidente, já que estava focado em Fabio Quartararo e Aleix Espargaró.
 
“Eu me lembro de ver Fabio e talvez também Aleix, estava atrás deles na curva 3”, contou Johann. “Eu estava freando, não podia ir por dentro, então estava um pouco por fora. Mas aí é verdade que tive um contato com Franco. Acho que Franco tentou fechar [a linha], mas eu estava totalmente no lado direito da minha moto, nem mesmo o vi”, relatou.
 
“Senti o contato e não sabia se ele tinha caído ou não. Parece que ele caiu, então lamentou por ele”, concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube