Asfalto molhado não atrapalha, e Spies lidera segundo treino da MotoGP no Motorland de Aragón

Ben Spies foi o mais rápido no segundo treino livre desta sexta-feira (28) em Aragón. O norte-americano fechou a sessão à frente de Daniel Pedrosa e Jorge Lorenzo

► Fittipaldi negocia com Dorna para trazer MotoGP para Brasil na temporada de 2014

O asfalto molhado não segurou os pilotos da MotoGP nos boxes e Ben Spies ditou o ritmo na segunda sessão de treinos livres desta sexta-feira (28). O piloto da Yamaha anotou 2min00s219 nos minutos finais da atividade e fechou o exercício 0s066 à frente de Daniel Pedrosa. Jorge Lorenzo, líder do Mundial, ficou com o terceiro posto.

Lorenzo dominou boa parte da sessão, mas teve sua marca batida pelo companheiro de Yamaha nos minutos finais. Pouco antes do cronometro zerar, Dani baixou seu tempo de volta para 2min00s285 e tomou a segunda colocação, derrubando o campeão de 2010 para o terceiro lugar.

Spies superou Pedrosa e Lorenzo e comandou treino no MotorLand (Foto: MotoGP)

Nicky Hayden, que utiliza um novo chassi da Ducati no circuito espanhol, ficou com a quarta colocação, à frente de Andrea Dovizioso. Stefan Bradl foi o sexto, seguido por Cal Crutchlow e Valentino Rossi. Karel Abraham ficou com a nona posição, com Álvaro Bautista completando o top-10. 

Jonathan Rea, que faz sua segunda prova na MotoGP neste fim de semana substituindo Casey Stoner, ficou com a 11ª colocação. Randy De Puniet foi o melhor entre os pilotos de equipes CRT. O francês anotou 2min04s353 e ficou à frente de Aleix Espargaró e James Ellison.

Saiba como foi o segundo treino livre da MotoGP em Aragón:
 
Ao contrário do que aconteceu mais cedo, quando a maior parte dos pilotos optou por permanecer nos boxes, o segundo treino em Aragón começou movimentado. Rea, Spies, Lorenzo e Pedrosa foram para a pista logo que o cronometro foi acionado, assim com Crutchlow, Dovizioso, Bautista e Rossi. Apenas Edwards, Bradl e David Salom atrasaram a saída. 
 
Yonny Hernández foi o primeiro a aparecer na ponta da tabela de tempos com 2min12s385. Crutchlow vinha em segundo, seguido por Pedrosa, Rea e Lorenzo. Hayden logo assumiu a ponta, com 0s352 de diferença para o piloto da Blusens. Bradl apareceu na sequência e assumiu a frente, mas logo foi batido por Pedrosa. 
 
Na sequência foi a vez de Rossi aparecer na ponta da tabela. O italiano registrou 2min06s632 e assumiu a liderança, seguido por Crutchlow, Hayden, Lorenzo, Bradl, Espargaró, Spies, Hernández, Pedrosa, Rea e Bautista. 
 
Stefan logo recuperou a frente ao anotar 2min04s371. Spies subiu para o segundo posto, acompanhado por Hayden, Pedrosa, Lorenzo, Dovizioso, Crutchlow e Rossi. 
 
Lorenzo assumiu a primeira posição ao cravar 2min02s512, 0s069 à frente de Hayden. Spies foi o próximo a assumir a liderança da atividade. O norte-americano anotou 2min02s096 e se instalou à frente do companheiro de Yamaha, que reagiu e inverteu as posições. 
 
Bradl conseguiu ser mais rápido e assumiu a segunda colocação com pouco mais de seis minutos para o fim da atividade. Não demorou, Spies recuperou o posto ao anotar 2min01s152. Na ponta, Lorenzo virava 2min00s943 e seguia no comando da atividade.
 
O norte-americano baixou para 2min00s219 e assumiu a ponta com 0s527 de vantagem para Lorenzo. Pedrosa vinha em terceiro, seguido por Dovizioso, Crutchlow, Bradl, Hayden, Abraham, Rossi, Rea e Bautista.
 
Na sequência foi a vez de Pedrosa passar para o segundo lugar ao virar 2min00s285. Com o cronometro zerado, Lorenzo não teve tempo de responder e terminou o treino com a terceira marca.

MotoGP, GP de Aragón, Motorland, 2º Treino Livre:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube