Bastianini leva título da Moto2 com 5º lugar em Portugal. Gardner supera Marini e vence

Cruzando a linha de chegada na quinta colocação, o italiano da Italtrans alcançou resultado suficiente para colocar as mãos no título. Remy Gardner, Luca Marini e Sam Lowes montaram o pódio do dia português

Enea Bastianini foi coroado o campeão da temporada 2020 da Moto2. Neste domingo (22), no GP de Portugal, o italiano fez corrida sem cometer grandes riscos, cruzou a linha de chegada em quinto e ficou com o título do ano. Remy Gardner venceu a prova.

O piloto da Italtrans chegou a figurar entre as posições do pódio, mas perdeu terreno ainda na metade inicial da disputa. O resultado em Portimão foi a oitava vez em que terminou fora do top-5, assegurando o caneco com nove pontos para o vice-campeão.

Enea Bastianini conseguiu o título da Moto2 (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Gardner tratou de crescer na metade final da disputa reassumindo a primeira colocação já nos giros finais para ser o primeiro a ver a bandeira quadriculada. Essa foi a primeira vitória do australiano, que subiu no pódio pela quarta vez.

Sam Lowes lutou pelo caneco até a última curva, mas terminou apenas em terceiro, alcançando o sexto pódio na temporada da classe intermediária do Mundial. Marco Bezzecchi foi o quarto.

Com o desfecho em Portimão, Bastianini assegurou a taça com 205 pontos, com Marini e Lowes empatados em 196. Bezzecchi acabou o ano em quarto, com Martín fechando o top-5.

Na disputa entre Construtores, a Kalex fechou a conta com incríveis 257 pontos de vantagem para a Speed Up, com MV Agusta e NTS completando a classificação. No Mundial de Equipes, a VR46 venceu com 113 de margem para a Marc VDS.

LEIA TAMBÉM
+ Em temporada atípica, Bastianini usa regularidade e é coroado campeão da Moto2

Saiba como foi o GP de Portugal de Moto2:

Como nos dias anteriores, o domingo foi de sol e tempo firme em Portimão. Antes da largada, os termômetros mediam 21,6°C, com o asfalto chegando a 27,3°C. A velocidade do vento era de 11 km/h.

A escolha de pneus foi 100% uniforme nesta tarde, com o grid todo optando o pneu dianteiro mais duro disponível e o traseiro mais macio.

Na largada, Marini saiu bem e chegou a mergulhar primeiro na curva 1, mas logo foi superado por Gardner, com Bastianini aproveitando para tomar o segundo posto. O italiano da VR46 errou no comecinho da corrida e engatou o ponto neutro.

Também nos primeiros metros, Fabio Di Giannantonio começou a corrida um tanto afobado e caiu na curva 1. Enquanto escorregava pelo asfalto, atingiu a roda dianteira da moto de Nicolò Bulega, que também caiu. Enquanto o piloto da Speed Up foi levado ao centro médico para exames, o Painel de Comissários da FIM (Federação Internacional de Motociclismo) avisou que revisaria o incidente após a corrida.

Forte na primeira volta, Gardner abriu mais de 0s7 de margem. Na reta, Marini grudou em Bastianini, que adiou a freada para conservar o segundo posto. Martín era o quarto, com Lowes fechando o top-5.

Com um ritmo fortíssimo, Gardner seguiu se afastando do grupo, enquanto Marini mantinha a pressão em Bastianini. Mais atrás, Bezzecchi passou Augusto Fernández pelo sexto lugar, mas logo levou o troco.

Na sequência, Lowes passou Martín e se instalou em terceiro, Fernández chegou a ameaçar o piloto da Red Bull KTM Ajo, mas logo foi devolvido ao sexto posto.

Na abertura da volta 4, Marini conseguiu tomar o segundo lugar de Bastianini, já com 1s1 de atraso para Gardner. Na sequência, Enea caiu para quarto, superado também por Lowes.

Uma vez em segundo, Luca começou a impor o ritmo, diminuindo um pouco a margem de Gardner e abrindo um breve respiro em relação a Lowes. Bastianini se afastou do rival da Marc VDS e era pressionado por Fernández, que não vinha sozinho.

Na volta 7, Augusto lançou uma manobra limpa por dentro de Bastianini para tomar o quarto lugar, mas levou o troco metros depois. Bezzecchi agora vinha em sexto, à frente de Martín.

Completando uma temporada bastante ruim, Jorge Navarro caiu mais uma vez no ano e abandonou a corrida.

Na volta 8, Marini tomou a ponta de Gardner, com Lowes aproveitando para também passar o australiano e assumir o segundo posto. Fernández era o quarto, com Bastianini em quinto.

No giro seguinte, Fernández tomou o terceiro lugar de Gardner, já 0s5 atrás de Lowes. Mais atrás, Bezzecchi ia chegando em Bastianini. Marco, aliás, não demorou a colar e passou, derrubando Enea para a sexta colocação.

Para piorar a situação do piloto da Italtrans, Jorge Martín também chegou e passou, derrubando Bastianini para sétimo. Oitavo, Lorenzo Baldassarri vinha mais de 1s2 atrás.

Bastianini reagiu logo e conseguiu recuperar o sexto posto, derrubando Martín uma posição.

Precisando vencer para manter vivo o sonho do título, Marini logo abriu 0s7 de vantagem para Lowes, que também tinha se afastado de Gardner, que estava de volta ao terceiro posto depois de superar Fernández na curva 3.

Na volta 11, Lowes escapou da trajetória na curva 13, facilitando a passagem de Gardner. O britânico está com a mão direita lesionada desde um acidente em Valência.

Mais atrás, Bezzecchi passou Fernández pela quarta colocação, com Bastianini de novo perdendo a sexta posição para Martín. O atraso de Vierge, porém, era de quase 3s.

Enea respondeu rápido, mas Jorge não aliviou, pressionando pelo sexto lugar. O líder do campeonato assegurou a frente na freada da curva 1. E um erro de Martín também ajudou a abrir folga.

Líder, Marini chegou a exibir mais de 1s de frente, mas Gardner começou a chegar, baixando para 0s668 com nove voltas para o fim.

Aos poucos, Gardner foi se aproximando mais e mais, reduzindo para 0s4 a vantagem de Luca. Lowes seguia em terceiro, mais de 2s à frente de Bezzecchi. Bastianini, por sua vez, vinha isolado em sexto, enquanto Joe Roberts ia escalando o pelotão e já aparecia em oitavo.

Ao passo em que Remy ia chegando no líder, Lowes também apertou o ritmo para colar nos ponteiros, reaquecendo a briga pela vitória. Mais atrás, Bastianini colou em Fernández e recuperou a quinta colocação.

O gêmeo de Alex, porém, perdeu contato com os ponteiros após levar uma sacudida na curva 13 e se afastou mais 1s. Recomposto, o britânico voltou a remar para cortar a diferença.

Mais atrás, Bastianini voltou a perder a quinta colocação para Fernández e agora tinha Martín 0s6 atrás. Enea, porém, deu o troco pouco depois.

Fora da briga pelo título, Remy não entregou os pontos e seguiu pressionando Luca. Enquanto isso, Martín passou Fernández e assumiu a caçada a Enea, que vinha colado em Bezzecchi, o quarto.

Com duas voltar para o fim, Gardner conseguiu tomar a liderança de Marini na curva 3, que buscou reação na cinco, mas acabou perdendo um pouco de contato com o australiano. Enquanto isso, Bastianini sentia a aproximação de Martín, Fernández e Roberts.

Roberts passou Fernández e assumiu o sétimo posto, posição em que recebeu a bandeirada. Gardner venceu com 1s6 de vantagem.

LEIA TAMBÉM
Arenas usa irregularidade de adversários a seu favor para conquistar título da Moto3

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

Moto2 2020, GP de Portugal, Portimão, corrida

1R GARDNERSAG Kalex39:35.476
2L MARINIVR46 Kalex+1.609
3S LOWESMarc VDS Kalex+3.813
4M BEZZECHIVR46 Kalex+8.437
5E BASTIANINIItaltrans Kalex+8.646
6J MARTÍNRed Bull KTM Ajo+8.899
7J ROBERTSAmerican KTM+8.956
8A FERNÁNDEZTeam Tady Kalex+8.568
9L BALDASSARRIItaltrans Kalex+10.367
10X VIERGESRT Kalex+11.084
11M RAMÍREZAmerican KTM+11.199
12M SCHROTTERIntact Kalex+16.864
13B BENDSNEYDERNTS RW Kalex+16.998
14T NAGASHIMARed Bull KTM Ajo+18.550
15A CANETAspar Speed Up+20.169
16T LÜTHIIntact Kalex+22.918
17L DALLA PORTAItaltrans Kalex+27.141
18S CHANTRATeam Asia KTM+27.303
19S MANZIForward MV Agusta+27.340
20D AEGERTERNTS RW Kalex+44.924
21H SYAHRINAspar Speed Up+51.163
22S CORSIForward MV AgustaNC
23A IZDIHARTeam Asia KTMNC
24E PONSGresini KalexNC
25K DANIELSAG KalexNC
26J NAVARROSpeed UPNC
27H GARZÓFlexbox Speed UpNC
28F DI GIANNANTONIOSpeed UPNC
29N BULEGAGresini KalexNC

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube