Chefe admite momentos em que “Honda não esteve no nível” de Márquez: “Mas ele superou sem reclamar”

Chefe da Honda, Alberto Puig reconheceu que a RC213V nem sempre à altura de Marc Márquez. No último domingo, o #93 conquistou o pentacampeonato da MotoGP no Japão

 
Na casa da Honda, Marc não deixou passar batido o primeiro match-point. O #93 assegurou o título após conquistar sua oitava vitória no ano e ver Andrea Dovizioso cair na penúltima volta.
 
Em seu primeiro ano no comando do time da asa dourada, Puig exaltou Márquez e frisou a disponibilidade do espanhol para aprender.
Chefe da Honda exaltou capacidade de aprendizado de Marc Márquez (Foto: Divulgação/MotoGP)
“Eu já sabia que ele era um campeão, alguém realmente rápido e com uma enorme habilidade para se adaptar a qualquer tipo de circunstância e a qualquer tipo de moto”, disse Puig em entrevista à publicação britânica ‘Autosport’. “Do meu ponto de vista pessoal, ele é alguém que presta atenção e ouve, aceita conselhos, mesmo que seja o campeão mundial. Isso é bem raro em um campeão do nível dele”, continuou.
 
“Ele está sempre em constante evolução. Ele se adapta muito bem a todo tipo de circunstâncias e, especialmente, à moto que tem”, comentou. 
 
Ainda, Alberto avaliou que as vitórias às vezes ocultam a verdadeira qualidade da moto do espanhol.
 
“Muita gente não leva isso em conta, mas o fato de um piloto vencer corridas não significa que a moto dele seja boa”, alertou. “Às vezes, você tem de adicionar aquilo que falta à moto, e Marc é um aquele com mais habilidade para fazer isso. Outros não sabem como fazer”, declarou. 
 
“Ele não reclama de nada. E nós tivemos momentos em que, honestamente, a Honda não esteve no nível de um campeão como ele”, reconheceu. “Mas ele superou esses momentos sem reclamar e nós apreciamos demais isso”, concluiu.

#GALERIA(9571)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube