Com dor de cabeça, Rossi lamenta dia difícil na Malásia, mas celebra moto “melhor em muitos pontos de vista”

Valentino Rossi contou que acordou com uma forte dor de cabeça e não teve uma segunda-feira fácil em Sepang. Titular da Yamaha celebrou a melhora da YZR-M1 em comparação com a moto testada em novembro passado

 

Valentino Rossi não teve um dia dos mais fáceis nesta segunda-feira (30). Vindo de uma série de eventos promocionais da Yamaha, o italiano amanheceu com uma forte dor de cabeça e foi um dos últimos a entrar na pista neste primeiro dia da bateria inicial de testes da pré-temporada 2017.

 
Valentino Rossi celebrou evolução na Yamaha (Foto: Yamaha)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Apesar das dificuldades, Rossi encontrou motivos para comemorar, especialmente por julgar que a YZR-M1 testada na Malásia é muito melhor do que aquela do teste de novembro passado.
 
“A primeira sensação não foi tão ruim, porque nesta sessão nós finalmente temos as duas motos de verdade que vamos usar durante o campeonato e elas são melhores do que o protótipo que testamos em novembro, de muitos pontos de vista”, disse. “Infelizmente, hoje foi um dia difícil”, lamentou.
 
“Esta manhã, eu acordei com uma dor de cabeça muito forte e até meio dia eu não estava em boa forma”, contou. “Depois disso, nós conseguimos fazer algumas voltas e o feeling era bom. De tarde, nós tínhamos de terminar o trabalho, mas começou a chover, então temos de esperar e torcer para que tenhamos boas condições de pista nos próximos dois dias”, continuou.
 
“Vamos tentar algumas coisas novas amanhã”, anunciou. “Hoje nós trabalhamos no motor e na eletrônica e encontramos algumas coisas boas”, completou.

#GALERIA(6920)
ECCLESTONE FORA DA F1: DISCUSSÃO QUENTE NO PADDOCK GP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube