Com Portugal, Indonésia e Rússia na reserva, MotoGP tem calendário provisório para 2021

A MotoGP divulgou nesta sexta-feira (6) um calendário provisório para a temporada 2021. A programação conta com 20 etapas e tem três circuitos na reserva para o caso de necessidade

A MotoGP apresentou nesta sexta-feira (6) o calendário provisório para a temporada 2021. No total, estão previstas 20 etapas ― uma delas ainda sem data e local definidos ―, com circuitos em Portugal, Indonésia e Rússia na reserva.

“Todas as datas e eventos, assim como a eventual presença de expectadores, dependem da evolução da pandemia e da aprovação dos respectivos governos e autoridades”, alertou o Mundial.

MotoGP 2020, GP de Portugal, Portimão
O autódromo de Portimão está na reserva mais uma vez (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Como tradicionalmente acontece, o GP do Catar aparece como abertura da temporada em corrida noturna, agendado para 28 de março. Na sequência, vêm as corridas de Argentina, Espanha, França, Itália, Catalunha, Alemanha e Holanda. O GP da Finlândia, que deveria ter estreado em 2020, volta com uma data em 11 de julho, mas ainda dependente de homologação da FIM (Federação Internacional de Motociclismo).

Na sequência, a programação conta com um espaço vago, que é seguido pelos GPs de Áustria, Grã-Bretanha, Aragão, San Marino e da Riviera de Rimini, Japão, Tailândia, Austrália e Malásia. O encerramento do campeonato está previsto para 14 de novembro, com o GP da Comunidade Valenciana.

Diretor-executivo da Dorna, Carmelo Ezpeleta explicou que o calendário é uma tentativa de retomar a normalidade, mas reconheceu que muitas coisas ainda podem mudar em consequência da pandemia do novo coronavírus.

“Tentamos voltar à normalidade, conversamos com todos os promotores e fizemos um calendário normal, pois é importante bloquear as datas e saber quais dias terão GPs. Vamos começar no Catar, como sempre, e terminar em Valência por mais um ano”, pontuou Ezpeleta. “Esperamos que consigamos isso. Claro, há muitas coisas que ainda não sabemos, é por isso que incluímos três etapas reserva para serem encaixadas quando possível e também levando em consideração o clima de cada lugar. O mais importante para mim e a mensagem que quero dar é que vamos tentar manter os dias dessas corridas”, continuou.

O calendário apresentado segue basicamente o mesmo molde da programação original de 2020, com a única exceção sendo o GP da Tchéquia, o espaço pendente no cronograma divulgado por Dorna e FIM (Federação Internacional de Motociclismo).

“Como sabem, não há Brno no calendário ainda. Estamos conversando com eles por muitos anos e sempre o requerimento da homologação da FIM é que façam algumas obras no circuito, especialmente no recapeamento, que se tornou compulsório desde o último GP. Durante a Comissão de Segurança decidimos que seria assim”, lembrou Ezpeleta. “Infelizmente, devido a mudanças, o governo da Morávia do Sul não foi capaz de confirmar a necessidade de refazer o asfalto e esse é um trabalho necessário para a corrida. Então decidimos não colocar no calendário e esperar e ver se conseguem cumprir isso. Caso não consigam, colocaremos uma das corridas reserva nesse período. Não exatamente na data, porque depende se teremos ou não Brno”, justificou.

Além disso, o Mundial colocou três pistas na reserva: Portimão, em Portugal, Igora Drive, na Rússia, e Mandalika, na Indonésia, que ainda depende de homologação.

“Temos duas corridas reserva na Europa, Portimão e Rússia, e Mandalika, na Indonésia. Isso dependerá quando a lacuna vai ser e decidiremos se há a necessidade ou não de incluir uma corrida no calendário”, expressou. “Franco Uncini foi até Igora Drive para dar uma olhada e é realmente uma pista fantástica. Estamos estudando a possibilidade de estar no calendário. Hoje temos um calendário de 20 GPs e não é possível, mas no caso de um desses não poder, vamos tentar incluir Igora Drive”, anunciou.

O traçado russo fica próximo de São Petersburgo e leva a assinatura do arquiteto Hermann Tilke. Igora Drive deveria ter recebido etapa do DTM e da W Series neste ano, mas as corridas foram canceladas em virtude da pandemia.

O circuito da Indonésia estava previsto para entrar na MotoGP a partir de 2021, já que a Dorna assinou com o promotor local ainda em fevereiro do ano passado, mas ficou apenas para o caso de uma eventualidade.

Por fim, Ezpeleta lembrou que o calendário deste ano se resumiu basicamente a corridas na Europa, mas comemorou o fato de ter conseguido uma programação de 15 etapas ― para Moto3 e Moto2, que puderam correr no Catar no início do ano.

“Neste ano, tentamos nos comprometer entre as possibilidades e o curto tempo que tivemos devido a pandemia. Na Europa, não foi possível correr mais tarde do que estamos fazendo. Estamos em Valência e o clima está mais ou menos, espero que esteja melhor em Portimão. Infelizmente, não pudemos viajar para fora da Europa, então, fizemos o máximo possível. Incluindo Catar, tivemos 15 GPs e estamos muito orgulhosos. Todos da Dorna, FIM, IRTA, equipes, estamos extremamente felizes com o resultado que conseguimos trabalhando juntos neste difícil ano, completou.

MotoGP 2021, Calendário provisório:

DATAETAPACIRCUITO
28/3GP DO CATAR¹LOSAIL
11/4GP DA ARGENTINATERMAS DE RÍO HONDO
18/4GP DAS AMÉRICASCIRCUITO DAS AMÉRICAS
2/5GP DA ESPANHAJEREZ DE LA FRONTERA
16/5GP DA FRANÇALE MANS
30/5GP DA ITÁLIAMUGELLO
6/6GP DA CATALUNHAMONTMELÓ
20/6GP DA ALEMANHASACHSENRING
27/6GP DA HOLANDAASSEN
11/7GP DA FINLÂNDIA²KYMIRING
   
15/8GP DA ÁUSTRIARED BULL RING
29/8GP DA GRÃ-BRETANHASILVERSTONE
12/9GP DE ARAGÃOMOTORLAND
19/9GP DE SAN MARINO E DA RIVIERA DE RIMINIMISANO
3/10GP DO JAPÃOMOTEGI
10/10GP DA TAILÂNDIABURIRAM
24/10GP DA AUSTRÁLIAPHILLIP ISLAND
31/10GP DA MALÁSIASEPANG
14/11GP DA COMUNIDADE VALENCIANARICARDO TORMO
¹ Corrida noturna
² Pendente de homologação

MotoGP apresenta calendário provisório de testes para 2021

Pouco após apresentar a programação da temporada regular, a MotoGP divulgou o calendário de testes do próximo ano. Serão duas atividades no início de 2021, além de um shakedown em Sepang.

Além disso, Moto3 e Moto2 terão uma única bateria de testes, programados por Jerez de la Frontera, na Espanha.

DATALOCAL E CIRCUITOCATEGORIA
14 a 16/2MALÁSIA | SEPANG (Shakedown)MotoGP
19 a 21/2MALÁSIA | SEPANGMotoGP
10 a 12/3CATAR | LOSAILMotoGP
16 a 18/3ESPANHA | JEREZ DE LA FRONTERAMoto3 e Moto2

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Europa, antepenúltima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

LEIA TAMBÉM
Mir lidera MotoGP com menor pontuação após 11 corridas em 27 anos

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube