Com Síndrome de Gilbert, Folger anuncia afastamento da MotoGP em 2018 para focar em recuperação

Jonas Folger não conseguiu se recuperar 100% da Síndrome de Gilbert, condição genética que o deixa afastado das pistas desde setembro de 2017. Focado em uma recuperação plena, o piloto da Tech 3 decidiu não correr em 2018

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Jonas Folger vai ficar fora da MotoGP em 2018. O alemão, que já havia se afastado da categoria na reta final de 2017, anunciou nesta quarta-feira (17) que está fora dos planos da Tech 3 na temporada. E pelo mesmo motivo de antes: a Síndrome de Gilbert, rara condição genética, segue causando problemas para o alemão.
 
A expectativa era de que o afastamento das últimas quatro corridas de 2017 seria suficiente para retornar em 2018. Mas o alemão conta que não se sente pronto para competir em alto nível.
 
“Fico incrivelmente triste por afirmar isso, mas não vou correr na MotoGP em 2018. Não pude me recuperar da forma que desejava e no momento não me sinto 100% capaz de pilotar”, disse Folger. “Quero agradecer a todos envolvidos, principalmente ao pessoal da Tech3. Espero voltar um dia, obrigado pelo apoio constante”, seguiu.
Não vai ter Jonas Folger nas pistas em 2018 (Foto: Divulgação/MotoGP)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A Síndrome de Gilbert foi diagnosticada após exames em Munique, na Alemanha. Trata-se de uma condição genética que afeta de 2% a 5% da população e que não permite que o fígado processe adequadamente a bilirrubina. A doença causa amarelamento da pele e olhos.
 
A notícia é uma bomba para o chefe de Folger, Herve Poncharal. A Tech 3 esperava alinhar motos para o alemão e Johann Zarco.
 
“É muito difícil aceitar que ele não vai correr em 2018, principalmente porque confio muito nele e tinha certeza de que chegaríamos ao topo juntos esse ano. Respeito completamente a decisão, mas é difícil engolir. Vamos em busca de um substituto, e isso vai ser uma missão muito difícil. A maioria dos pilotos já está sob contrato”, comentou Poncharal.
 
2017 foi o ano de estreia de Folger na MotoGP. O alemão chamou atenção e teve o segundo lugar no GP da Alemanha como ponto alto da temporada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube