Derrubado por Siméon em Aragão, Aegerter tem múltiplas fraturas de vértebras, punho e costelas e contusão no pulmão

Derrubado por Xavier Siméon na segunda volta do GP de Aragão, Dominique Aegerter foi diagnosticado com fraturas em quatro vértebras lombares, no punho e mão direitos e nas costelas, além de contusões nos pulmões

A cobertura completa do GP de Aragão no GRANDE PRÊMIO

Dominique Aegerter não escapou ileso do acidente que sofreu no GP de Aragão de Moto2. No último domingo (27), o piloto da Technomag foi derrubado por Xavier Siméon na curva 15 do MotorLand, ainda na segunda volta da corrida, e precisou de atendimento médico, o que culminou com a paralisação da prova em bandeira vermelha.
 
Depois de ser avaliado no centro médico do traçado aragonês, Aegerter foi transferido para o Hospital de Alcañiz. Apesar de o acidente não ter sido dos mais assustadores, exames mais detalhados identificaram uma série de lesões no piloto. 
Dominique Aegerter sofreu diversas fraturas no acidente com Xavier Siméon (Foto: Technomag)
 Por conta do acidente, Aegerter fraturou as vértebras L2, L3, L4 e L5, o punho direito, quarto metacarpo da mão direita e também algumas costelas. Além disso, o suíço também sofreu uma contusão no pulmão.
 
Apesar da série de lesões, o quadro de Dominique é considerado estável. Ainda nesta segunda-feira, o piloto vai ser transferido, por via aérea, para a Suíça. Ainda não há previsão de retorno às pistas.
 
Pelas redes sociais, Aegerter confirmou que “nunca tinha quebrado tantas coisas”. O titular da Technomag também postou fotos das visitas que recebeu dos integrantes da equipe e de Siméon.
 
 

Still alive ?? never broke so many things on me!! More infos soon. #Domi77 #DomiFighter

Uma foto publicada por Aegerter Dominique (@dominiqueaegerter) em

Set 27, 2015 às 8:57 PDT

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube