Dovizioso culpa Lorenzo por falta de chance de brigar com Márquez por vitória em Jerez: “Não quis me deixar passar”

Marc Márquez dominou a corrida em Jerez de la Frontera. Mas Andrea Dovizioso acha que poderia ter brigado com o líder da MotoGP. Por não ter conseguido, culpou Jorge Lorenzo

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Andrea Dovizioso não conseguiu completar o GP da Espanha da MotoGP, no último domingo (6), após incidente envolvendo Jorge Lorenzo e Dani Pedrosa. Se culpou o piloto da Honda pelo abandono, atacou o companheiro de Ducati por não ter podido brigar pela vitória.

Após a corrida em Jerez de la Frontera, Dovizioso foi questionado sobre se acreditava que tinha chances de alcançar Marc Márquez, o vencedor, na parte final do GP se não tivesse abandonado. E disse que não – por causa de Lorenzo.

"Eu acho que ele não queria me deixar passar", afirmou o italiano. Lorenzo esteve em segundo, com Dovi em terceiro, por boa parte da prova.

Dovizioso e Lorenzo desolados após acidente (Foto: Reprodução)

"Perdi muito tempo atrás dele. Ele estava rápido, mas devagar no meio da curva, estava sofrendo com a parte frontal da moto. Ficou parando demais no meio das curvas. Por isso que perdemos tempo em relação a Marc, porque ele estava sofrendo e diminuindo a velocidade para me fechar", afirmou.

Dovizioso seguiu com as reclamações: "Por isso demorei 10 voltas, não sei quantas voltas, para tentar ultrapassá-lo. Porque eu não queria cometer um erro. Se eu estivesse atrás de Marc quando tentei forçar, talvez eu tivesse uma chance de vitória. Talvez", completou.

O italiano, sem pontuar na Espanha, caiu para quinto na classificação. Com 46 pontos, vê Márquez com 70 no topo e tem Andrea Iannone, Maverick Viñales e Johann Zarco entre eles.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube