MotoGP

Dovizioso minimiza rumores de volta de Lorenzo à Ducati: “Foco em meus objetivos”

Andrea Dovizioso não mostrou muito interesse sobre os rumores do possível retorno de Jorge Lorenzo à Ducati. O italiano afirmou que não sabe o que está pensando o espanhol, e deixou claro que tem os próprios objetivos para se preocupar

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Andrea Dovizioso não mostrou muito interesse no possível retorno de Jorge Lorenzo à Ducati. Ao comentar sobre os rumores ligando o espanhol à Pramac, o italiano apenas disse não conhecer a situação e que está focado nos próprios objetivos.
 
Nos últimos dias, diversas notícias surgiram dizendo que o tricampeão poderia estar ensaiando uma volta ao time de Borgo Panigale, mas com as cores da equipe satélite. Inclusive Jack Miller comentou os boatos, dizendo ver um fundo de verdade, já que ainda não recebeu a renovação de seu contrato.
 
Entretanto, o assunto pouco interessa o #4, que tem outras coisas em mente. “Não podemos saber o que Jorge está pensando agora, eu muito menos do que os outros, então não posso dizer, não conhecendo a situação”, falou.

“É bastante estranho, porque ainda tem um ano de contrato com a Honda. Honestamente, pouco tem a ver comigo. Estou focado nos meus objetivos”, completou o italiano.
Jorge Lorenzo (Foto: Repsol)
Ao ser questionado se poderia ser útil para a Ducati tê-lo de volta, Dovi indicou que “não acredito que sua chegada possa condicionar essa ou a próxima temporada. Sabemos o que é preciso melhorar, a Ducati e eu, estamos focados em fazer o que é preciso para brigar com Márquez. O resto conta, então, pouco.”
 
Por fim, durante a coletiva, apontara que a equipe italiana mostrou não confiar muito em seus atuais pilotos. Andrea, mais uma vez, minimizou a fala. “A Ducati perdeu a confiança em seus próprios pilotos? Isso e algo que deve perguntar a Gigi”, encerrou.
 
Após uma passagem de sucesso na Yamaha, Lorenzo decidiu se mudar para a Ducati em 2017. Entretanto, o piloto custou para se adaptar a Desmosedici, ficando apenas duas temporadas com a equipe. Após uma relação bastante tumultuada, especialmente com Andrea,  então, em 2019, decidiu ir para a Honda, mas mais uma vez tem sofrido para pegar a mão da moto, com a adaptação ficando prejudicada pelas inúmeras lesões que sofreu.

Davide Tardozzi, chefe da Ducati, declarou durante o primeiro treino na Áustria que até agora, Jorge é piloto da Honda, então não vamos comentar. Tem muita especulação de que não queremos falar".
 

Paddockast #28
INTERROGANDO Flavio Gomes: O Boto do Reno


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.