Quartararo diz que esqueceu regras da MotoGP em “corrida mais estranha da vida”

Fabio Quartararo nunca tinha feito uma prova flag-to-flag na MotoGP, por isso se enrolou durante o GP da França. No fim, apesar da punição sofrida, comemorou o terceiro lugar duas semanas após passar por uma cirurgia no braço

A explicação pela punição de Quartararo na troca de motos (Vídeo: MotoGP)

Fabio Quartararo largou na pole em Le Mans e parecia na briga pela vitória, mas uma punição por errar o procedimento de troca da moto nos boxes o tirou da disputa. No fim, foi superado por Jack Miller e Johann Zarco e terminou em terceiro lugar. Após a corrida, o francês relatou que esqueceu das regras da MotoGP para provas flag-to-flag assim que as condições mudaram.

Foi a primeira vez que Quartararo disputou uma corrida flag-to-flag e com chuva na MotoGP. O piloto da Yamaha estreou na classe rainha do Mundial de Motovelocidade em 2019. A última etapa flag-to-flag foi em 2017, na Tchéquia. Por isso, a confusão nos procedimentos.

“Sinceramente, foi a corrida mais estranha da minha vida porque eu estava em terceiro, começou a chover e, no começo, Maverick [Viñales] e Jack [Miller] estavam cuidadosos. Pensei ‘ok, preciso ultrapassar’. Fiz uma grande manobra na chicane, depois começou a chover muito e pensei ‘por que não há uma bandeira vermelha?’. Aí lembrei ‘merda, na MotoGP tem uma segunda moto'”, comentou o francês após a corrida.

Quartararo destacou dificuldades no início da prova em Le Mans (Foto: Yamaha)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Eu quase peguei a moto errada, ia subir na do Maverick, mas então acertei e foi uma grande experiência. O principal é que eu não esperar chegar no pódio nestas condições. Honestamente, foi muito difícil. Eu nunca esperava terminar nesta posição”, completou.

O líder do campeonato ainda comentou a cirurgia que se submeteu após o GP da Espanha, há duas semanas.

“Quando você tem essa cirurgia, é difícil aceitar que isso acontece. Chegamos aqui e me senti bem, só um pouco de dor no segundo treino livre. Na corrida, talvez tenha sido bom não fazer as 27 voltas no limite por conta dessas condições”, finalizou.

A MotoGP volta à ação no dia 30 de maio, com o GP da Itália, sexta etapa do calendário. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar