Fernández bate Arbolino e crava pole da Moto3 no GP da Emília-Romanha. Arenas é 4º

O espanhol da KTM Ajo anotou o tempo de 1min41s0705 para ficar com a posição de honra do grid em Misano. Tony Arbolino e Andrea Migno completam a primeira fila

Raúl Fernández tratou de mostrar sua força na classificação do GP da Emília-Romanha da Moto3. Neste sábado (19), o espanhol tratou de anotar o tempo de 1min41s705 já na parte final da sessão para assegurar a pole-position da disputa em Misano.

O piloto da KTM Ajo tem mostrado competitividade durante todo o final de semana e conseguiu segurar o ímpeto de Tony Arbolino, que teve de passar pelo Q1, para conseguir a terceira posição de honra do grid tanto da carreira quanto da temporada. Andrea Migno fechou a primeira fila de largada.

Raúl Fernández ficou com a terceira pole do ano (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Quem vinha em fim de semana opaco é discreto é Albert Arenas. Líder da classificação, o piloto da Aspar não conseguiu figurar na ponta da tabela em qualquer treino livre, mas ressurgiu na tomada de tempos e apenas 0s146 mais lento que o ponteiro, ficou em quarto, abrindo a segunda fila.

Celestino Vietti não conseguiu repetir o bom desempenho que apresentou durante as atividades em Misano. Após ficar em segundo no TL2 e liderar o terceiro treino livre, fechou a classificação na quinta colocação. Romano Fenati, que também mostrou força nos treinos, larga em sexto, com Kaito Toba completando a segunda fila.

Tatsuki Suzuki sofreu um forte acidente perto do fim do Q2. Pela violência que acertou o chão, acabou com o punho fraturado e não foi liberado pelos médicos para disputar o GP da Emília-Romanha.

Öncü avança ao Q2 em Misano com Arbolino, Toba e Salac

Os pilotos da Moto3 encararam uma tarde de calor na província de Rimini na tarde deste sábado. Quando o cronômetro foi acionado para marcar os 15 minutos do Q1, a temperatura estava em 27°C, com o asfalto chegando a 38°C. A velocidade do vento era de 8 km/h.

Tal qual é tradicional na Moto3, os pilotos partiram para a pista em grupo para a primeira fase do Q1, sempre com alguém reduzindo o passo para tentar achar o vácuo de um piloto mais rápido. Nesta semana, 24 pilotos perderam tempo de pista justamente por causa dessa infração, mas as tentativas da FIM (Federação Internacional de Motociclismo) de educar os jovens pilotos não tem surtido grandes efeitos até aqui.

A lentidão no início da sessão foi tamanha que, na metade do tempo do Q1, apenas Filip Salac e Carlos Tatay tinham marcado tempo em Misano. Depois, outros oito competidores cravaram suas marcas, com Ryusei Yamanaka e Kaito Toba se juntando aos ponteiros no top-4 para avançarem à fase seguinte da classificação.

Restando pouco mais de cinco minutos para o fim, Gabriel Rodrigo anotou 1min42s608 e assumiu a ponta, 0s113 à frente de Deniz Öncü. Darryn Binder apareceu em terceiro, com Riccardo Rossi em quarto. Salac caiu para quinto, 0s350 atrás de uma vaga no Q2.

Na sequência, Niccolò Antonelli foi a 1min42s751 e assumiu o terceiro posto, 0s143 atrás do líder Rodrigo. Alonso López também melhorou e pulou para quarto.

Depois de uma breve passagem pelos boxes, os pilotos voltaram para um último ataque ao ranking de tempos. John McPhee até abriu uma boa volta, mas perdeu tempo nas três parciais seguintes e não conseguiu sair da quinta colocação. O britânico estava a 0s034 de uma vaga na fase final da classificação.

Instantes antes de o cronômetro zerar, Öncü saltou para ponta com 1min42s223 depois de trabalhar bem para se livrar dos demais no meio da pista. Rodrigo caiu para segundo, com McPhee pulando para terceiro, já como o primeiro a receber a bandeirada, o que, na prática, era uma ameaça importante nessa reta final de sessão.

Na última chance, Tony Arbolino virou 0s082 mais lento que Öncü para assegurar o segundo posto, com Toba e Salac avançando na classificação para fechar o top-4 que assegura passagem para a fase seguinte.

Por 0s143, Rodrigo foi barrado no Q1 e vai largar em 19º, à frente de McPhee, Binder e Niccolò Antonelli.

Fernández crava em Misano terceira pole da carreira na Moto3

Como determina o regulamento do Mundial, os 14 mais rápidos no combinado dos três treinos livres ganharam a companhia de Öncü, Arbolino, Toba e Salac, os quatro melhores no Q1, para a disputa desta oitava pole-position da temporada 2020 da Moto3.

O início do Q2 também viu ‘cenas lamentáveis’, com Albert Arenas extravazando a irritação com Barry Baltus, que se empenhou em pegar o vácuo do líder do líder do Mundial que até mesmo saiu da pista. A demonstração de fúria, contudo, não livrou o piloto da Aspar da perseguição.

Enquanto isso, Romano Fenati se instalou no topo da tabela com 1min42s163, só 0s008 melhor que Raúl Fernández, o segundo colocado. Salac vinha em terceiro, à frente de Foggia e Arbolino. Na primeira volta, Arenas assumiu o 12º posto, 1s097 mais lento que o piloto da MAX, a equipe do lendário Max Biaggi.

Na sequência, Celestino Vietti colocou a KTM na ponta, 0s088 melhor que Fenati, que também tinha sido mais rápido. Tatsuki Suzuki vinha para fechar um top-3 coberto por só 0s098.

Arbolino, então, foi a 1min41s793 e saltou para a liderança provisória, 0s080 melhor que Vietti. Instantes depois, Suzuki caiu na curva 5 e teve sorte de ser evitado por Arbolino. O japonês da Sic58 sinalizou dores no punho esquerdo, mas deixou a pista caminhando sem maiores problemas.

Faltando pouco menos de um minuto para a bandeirada, Fernández anotou 1min41s705 e tomou a liderança de Arbolino por 0s088. Parecia que os pilotos tinham combinado de manter as diferenças na casa de 0s08!

Já com a bandeira quadriculada tremulando em Misano, ninguém conseguiu ameaçar Fernández e Arbolino, mas Andrea Migno avançou para a terceira colocação, com Arenas garantindo o direito de abrir a segunda fila do grid com seu melhor giro em 1min41s851.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Emília-Romanha e da Riviera de Rimini, oitava etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

LEIA TAMBÉM
De destemido a desempregado: Dovizioso faz graça com macacão na Emília-Romanha
Francis Bradfield, o homem que protesta contra o racismo sozinho na MotoGP

Moto3 2020, GP da Emília-Romanha, Misano, classificação

1R FERNÁNDEZÁngel Nieto KTM1:41.705 
2T ARBOLINOSnipers Honda1:41.793+0.088
3A MIGNOWorldwide KTM1:41.797+0.092
4A ARENASÁngel Nieto KTM1:41.851+0.146
5C VIETTIVR46 KTM1:41.873+0.168
6R FENATISnipers Honda1:41.961+0.256
7K TOBAAsia Honda1:41.963+0.258
8T SUZUKISIC58 Honda1:41.971+0.266
9J MASIÁMugen KTM1:42.044+0.339
10J ALCOBARBA KTM1:42.129+0.424
11D FOGGIAVR46 KTM1:42.296+0.591
12A OGURAAsia Honda1:42.314+0.609
13C ÖNCÜRed Bull KTM Ajo1:42.375+0.670
14F SALACPrüstel KTM1:42.460+0.755
15S NEPAAvintia KTM1:42.742+1.037
16A SASAKIPETRONAS Honda1:42.855+1.150
17B BALTUSPrüstel KTM1:43.133+1.428
18S GARCIAEstrella Galicia 0,0 Honda1:43.671+1.966
19G RODRIGOGresini Honda1:42.564+0.859
20J MCPHEESIC HONDA1:42.704+0.999
21D BINDERCIP KTM1:42.717+1.012
22N ANTONELLISIC58 Honda1:42.751+1.046
23A LÓPEZEstrella Galicia 0,0 Honda1:42.868+1.163
24R ROSSIFacile Energy KTM1:43.052+1.347
25R YAMANAKAEstrella Galicia 0,0 Honda1:43.074+1.369
26K PAWISIC HONDA1:43.210+1.505
27Y KUNIIAsia Honda1:43.217+1.512
28M KOFLERCIP KTM1:43.388+1.683
29C TATAYAndreas Perez 77 KTM1:43.418+1.713
30J DUPASQUIERPrüstel KTM1:43.794+2.001
31D PIZZOLIFacile Energy KTM1:43.850+2.053

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube