Fernández crava pole no GP de Portugal de Moto3. Ogura sai na frente de Arenas

O espanhol da KTM Ajo anotou o tempo de 1min48s051 para ficar com a sexta pole-position de 2020. Jeremy Alcoba e Ayumu Sasaki completam a primeira fila

Raúl Fernández ficou com a última pole-position da temporada 2020 da Moto3. Na classificação do GP de Portugal deste sábado (21), o espanhol anotou o tempo de 1min48s051 para assegurar a primeira posição do grid de largada.

O competidor da KTM Ajo garantiu a sexta primeira colocação de saída do ano. Apenas 0s185 mais lento que o ponteiro, Jeremy Alcoba, andando bem durante todo o final de semana, ficou com o segundo posto da linha, sua estreia na primeira fila em 2020.

Raúl Fernández larga pela sexta vez da pole (Foto: KTM Ajo)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Quem ficou com o terceiro posto é Ayumu Sasaki ao anotar 1min48s291, também fazendo seu début em uma das três primeiras colocações do grid. Tatsuki Suzuki ficou em quarto, com Ai Ogura saindo na frente na briga pelo título ao completar o top-5.

Entre os demais postulantes ao título, Albert Arenas larga logo depois do japonês da Team Asia. Quem vai ter corrida difícil em Portimão no domingo é Tony Arbolino, que sequer passou ao Q2 da classificação e vai largar na parte de trás do pelotão.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Portugal, última etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Binder avança ao Q2 acompanhado por Suzuki, Ogura e Antonelli

Tal como vem acontecendo desde sexta-feira, a classificação contou com sol e tempo firme no Algarve. Antes do Q1, os termômetros mediam 21°C, com a pista chegando a 27°C. A velocidade do vento era de 8 km/h.

Com 1min48s934, Tatsuki Suzuki foi o primeiro a ocupar a ponta da tabela, com Ryusei Yamanaka, Davide Pizzoli e Adrian Fernández formando o top-4 provisório em uma sessão ainda esvaziada.

Suzuki não conseguiu melhorar no giro seguinte, mas se manteve na frente por só 0s055, com Stefano Nepa avançando para a segunda colocação. John McPhee e Riccardo Rossi agora vinham acima da linha de corte para a fase seguinte.

Niccolò Antonelli surgiu na sequência com 1min48s600 e assumiu a liderança, 0s031 melhor que Romano Fenati, o novo segundo colocado. Suzuki caiu para terceiro, com Maximilian Kofler ocupando o quarto lugar.

Antonelli foi mais veloz na volta seguinte e pôde manter a primeira posição, ainda que a vantagem para Fenati tenha caído para 0s029. Kofler subiu uma posição, com Alonso López vindo fechar o rol dos quatro melhores. Suzuki estava abaixo da linha de degola por 0s011.

Suzuki conseguiu recuperar a ponta com 1min48s090, 0s388 melhor que Antonelli. Darryn Binder e Fenati vinham no top-4.

Os postulantes ao título vinham numa sessão terrível. Ai Ogura sequer tinha tempo quando a bandeira quadriculada apareceu, enquanto Tony Arbolino era só o 15º e nem vinha mais em volta.

Com 1min47s635, Binder assegurou o passe para o Q2 na liderança da sessão, 0s299 melhor que Suzuki. Ogura conseguiu ficar com o terceiro tempo, com Antonelli assegurando a vaga final na fase seguinte.

Assim, John McPhee vai sair em 19º, à frente de Adrian Fernández, Khairul Idham Pawi, Stefano Nepa, Romano Fenati, Max Kofler, Riccardo Rossi, Alonso López, Arbolino, Davide Pizzoli, Carlos Tatay, Jason Dupasquier e Yamanaka.

Fernández crava mais uma pole na Moto3

Com 1min48s790, Jeremy Alcoba abriu a sessão na pole provisória, 0s130 à frente de Gabriel Rodrigo. A fase, contudo, ainda estava esvaziada, com só oito pilotos com tempo.

No giro seguinte, Fernández tomou a pole momentânea, 0s185 melhor que Alcoba. Enquanto isso, Rodrigo caiu na curva 12 e não conseguiu voltar para a pista para os pouco mais de cinco minutos finais.

Assim como aconteceu na sessão anterior, Ogura chegou à reta final da atividade ainda sem tempo, mas vinha saindo dos boxes com cerca de 4min30s para o fim da classificação.

Com poucos segundos ainda no cronômetro, Suzuki avançou para a quarta colocação, 0s291 atrás de Fernández. Arenas confirmou o quinto posto sem a chance de uma última volta rápida, seguido por Antonelli e Foggia.

Na última chance, Ai Ogura foi 1min48s366 e passou Arenas pelo quinto posto.

Assim, Fernández, Alcoba e Ayumu Sasaki formam a primeira fila, com Suzuki, Ogura e Arenas compondo a linha seguinte. Antonelli, Dennis Foggia, Jaume Masià e Rodrigo fecham o top-10.

LEIA TAMBÉM:
+ Rins fica parado no fim do TL3 em Portimão e pede carona para voltar aos boxes
+ No volante de um Hyundai, Morbidelli estreia no WRC com participação no Rali de Monza

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

Moto3 2020, GP de Portugal, Portimão, grid de largada

1R FERNÁNDEZÁngel Nieto KTM1:48.051 
2J ALCOBARBA KTM1:48.236+0.185
3A SASAKIPETRONAS Honda1:48.291+0.240
4T SUZUKISIC58 Honda1:48.342+0.291
5A OGURAAsia Honda1:48.366+0.315
6A ARENASÁngel Nieto KTM1:48.478+0.427
7N ANTONELLISIC58 Honda1:48.529+0.478
8D FOGGIALeopard Honda1:48.893+0.842
9J MASIÀLeopard Honda1:48.910+0.859
10G RODRIGOGresini Honda1:48.920+0.869
11D ÖNCÜRed Bull KTM Ajo1:48.925+0.874
12S GARCIAEstrella Galicia 0,0 Honda1:49.005+0.954
13B BALTUSPrüstel KTM1:49.050+0.999
14C VIETTIVR46 KTM1:49.538+1.487
15Y KUNIIAsia Honda1:49.896+1.845
16A MIGNOWorldwide KTM ########
17K TOBAAsia Honda ########
18D BINDERCIP KTM ########
19J MCPHEESIC HONDA1:48.488+0.437
20A FERNÁNDEZSnipers Honda1:48.616+0.565
21K PAWISIC HONDA1:49.486+1.435
22S NEPAAvintia KTM1:48.724+0.673
23R FENATISnipers Honda1:48.704+0.653
24M KOFLERCIP KTM1:49.667+1.616
25R ROSSIFacile Energy KTM1:49.847+1.796
26A LÓPEZEstrella Galicia 0,0 Honda1:48.592+0.541
27T ARBOLINOSnipers Honda1:48.548+0.497
28D PIZZOLIFacile Energy KTM1:49.398+1.347
29C TATAYAndreas Perez 77 KTM1:48.621+0.570
30J DUPASQUIERPrüstel KTM1:49.148+0.912
31R YAMANAKAEstrella Galicia 0,0 Honda1:48.923+0.632

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube