Morbidelli opera joelho esquerdo e tem previsão de 8 semanas de reabilitação

O piloto da SRT foi operado em Bolonha para tratar uma lesão no menisco e no ligamento anterior cruzado do joelho esquerdo. Período de reabilitação é maior do que as férias da MotoGP

Como foi o GP da Alemanha de MotoGP vencido por Marc Márquez (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Franco Morbidelli foi operado na manhã de sexta-feira (25) para tratar uma lesão no menisco e no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. De acordo com a SRT Yamaha, o ítalo-brasileiro vai precisar de um programa de reabilitação de oito semanas.

Morbidelli já vinha sentindo um incômodo no joelho e sabia que precisava de operação, mas vinha protelando por conta da temporada da MotoGP. Durante a semana, porém, o piloto voltou a se machucar, o que o fez optar pelo procedimento às vésperas das férias da MotoGP.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Franco Morbidelli tem oito semanas de reabilitação pela frente (Foto: SRT)

WEB STORIES
⇝ Fatos e curiosidades do GP da Holanda de MotoGP
⇝ Como está o grid da MotoGP para a temporada 2022

Em um comunicado enviado à imprensa em meados da última tarde, a SRT confirma que o procedimento correu bem, mas Franco deve seguir internado em Bolonha até domingo.

“Nesta manhã, Franco Morbidelli, piloto da Petronas Yamaha Sepang Racing Team, foi submetido a uma cirurgia de 1h para tratar lesões no menisco e no ligamento cruzado anterior no joelho esquerdo”, disse a equipe. “O professor Maurilio Marcacci e sua equipe estão satisfeitos com a cirurgia e com o desfecho da operação realizada na Casa di Cura Madre Fortunata Toniolo, em Bolonha”, seguiu.

“Franco agora segue no hospital até domingo em observação. Quando for liberado, o italiano poderá iniciar o processo de recuperação, que vai incluir um programa de reabilitação de oito semanas”, completou.

O vice-campeão vigente da MotoGP destacou que foi para o centro cirúrgico pensando voltar na melhor forma e o mais cedo possível para a MotoGP.

“Depois de outro doloroso incidente com o meu joelho esquerdo em um treino na quarta-feira, decidi, junto com a Petronas Yamaha SRT e a Academia VR46, resolver essa questão que tem me acompanhado há muito tempo”, disse Morbidelli. “Passei por uma cirurgia com uma única ideia em mente: voltar na melhor forma o mais cedo possível e poder ter uma performance 100% em cima da moto”, seguiu.

“Quero agradecer ao professor Maurilio Marcacci e equipe pelo trabalho deles. Mal posso esperar para iniciar o processo de recuperação”, comentou. “Vou sentir falta da minha equipe, da minha moto e de todos os fãs neste período, mas estou ansioso para voltar aos circuitos outra vez e curtir as corridas. Obrigado por todas as mensagens de apoio. Nos vemos em breve”, completou.

O Mundial de Motovelocidade entra em férias após o GP da Holanda deste fim de semana e volta às pistas apenas em 6 de agosto para o primeiro dia de treinos para o GP da Estíria. Apesar de a pausa ser maior do que o normal, o período de inatividade é de só cinco semanas.

A largada do GP da Holanda, nona etapa da MotoGP, está marcada para 9h (de Brasília) de domingo. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

LEIA TAMBÉM
⇝ Marc Márquez agarra chance e interrompe calvário para manter reinado em Sachsenring
⇝ Quartararo amplia liderança na MotoGP com pódio na Alemanha. Confira classificação
⇝ Vitória de Marc Márquez anima, mas pouco muda situação ruim da Honda na MotoGP
⇝ Com oito motos, Ducati investe na juventude e prepara bases de futuro forte na MotoGP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar