Iannone admite surpresa com punição, mas vê lado positivo: “Poderia ter sido pior”

O italiano falou sobre a suspensão de 18 meses recebidas. Apesar de lamentar a punição, tentou enxergar o lado positivo de ser apontado como inocente e reconheceu que poderia ser pior

Andrea Iannone comentou a sentença recebida em seu caso de doping. O italiano chegou a lamentar a suspenção da MotoGP, mas, apesar de consternado, ainda conseguiu ver um lado positivo de todo o episódio.
 
Na quarta-feira, a FIM [Federação Internacional de Motociclismo] julgou o piloto como inocente. Entretanto, apesar de reconhecer que a contaminação não foi proposital, o afastou das pistas por 18 meses.
 
“A notícia da suspenção me surpreendeu muito, não a esperava por como as coisas estavam acontecendo. Vimos a sentença de maneira positiva, minha inocência foi reconhecida, mas fundamentalmente perdemos, pois, apesar disso, me suspenderam por 18 meses”, falou em entrevista a Sky Sport Itália.
Andrea Iannone (Foto: Reprodução)
“Certamente teremos de recorrer ao CAS [Corte Arbitral do Esporte]. Mas poderia ter sido muito pior”, reconheceu o italiano.
 
O titular da Aprilia ainda evitou fazer qualquer previsão de quando vai poder voltar a competir. “Não sei quando voltarei, mas uma coisa é certa: sou o primeiro caso de contaminação por alimento que acabou em uma punição”, falou.
 
“Agradeço meu advogado, que me tratou como um filho. Sem ele, a situação neste momento seria diferente. Esse foi o período mais difícil de minha vida, muito difícil de aceitar. Pensei em tudo, não foi fácil, mas todos os dias tratava de encontrar a força para seguir e mostrar minha inocência”, destacou.
 
“Consegui 100%, que era meu objetivo. Agora, quero voltar o antes possível para cima da moto”, disse.
 
A Aprilia também se pronunciou com a decisão da FIM. A equipe, que mostrou total apoio ao italiano durante o processo, se disse chocada com a suspensão de 18 meses.
 
COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 

☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.


 
Paddockast #54
NO ANO DA DANÇA DAS CADEIRAS, QUEM DEVE FICAR SEM CONTRATO?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube