Inconstante, Viñales tem desafio de provar que GP de Portugal pífio foi acidente

Após vencer na abertura do campeonato e andar bem em Doha, Maverick Viñales parecia na briga pelo título da MotoGP em 2021. Um fim de semana desastroso em Portimão, no entanto, o derrubou na tabela de pontos e levanta dúvidas sobre as capacidades do espanhol

Marc Márquez acabou a corrida em Portimão cansado e emotivo (Vídeo: MotoGP)

No esporte a motor, as coisas podem mudar de um dia para o outro. Muitas vezes, em um segundo. Esse foi o caso de Maverick Viñales durante o fim de semana do GP de Portugal. No sábado (17), teve a chance de brigar pela pole, e quase conseguiu, mas a volta foi cancelada por exceder milimetricamente o limite de pista. No domingo (18), fez uma corrida desastrosa.

Após a classificação, o sentimento do espanhol era frustração. Por um detalhe, perdeu a chance de uma boa posição no grid e largou apenas em 12º. Isso já seria motivo suficiente para deixar incomodado o piloto da Yamaha. Isso já seria motivo suficiente para deixar incomodado o piloto da Yamaha. “Os comissários estragaram um fim de semana que poderia ter sido precioso”, bradou Viñales.

Na corrida, porém, tudo foi ainda pior. Largando no meio do pelotão, patinou na saída e se assustou com a veloz KTM de Brad Binder. Com a balançada, caiu para a última posição na primeira volta. O que já era ruim, foi ainda pior. Ainda se recuperou e foi o 11º, mas 23s761 atrás do companheiro de equipe, Fabio Quartararo, que venceu a prova. O golpe maior foi no campeonato, é verdade, mas pode ter atingido Viñales como um todo.

Maverick Viñales largou mal e precisou brigar no fim do pelotão em Portimão (Foto: Yamaha)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Precisamos entender o que aconteceu, porque a única vez em que pude ser rápido foi no último ataque na classificação. Foi o único momento em que tive aderência na traseira. Estou especialmente preocupado, porque não é uma temporada para ser tão inconsistente”, afirmou Viñales após a etapa portuguesa.

A situação piora porque o espanhol começou a temporada 2021 com vitória no GP do Catar em uma atuação de gala. Depois, na etapa de Doha, foi consistente durante todo o fim de semana e ficou em 5º. Apesar da queda, foi suficiente para sair da rodada dupla com a vice-liderança do campeonato e apenas quatro pontos de desvantagem para o então líder Johann Zarco. Agora, no entanto, caiu para o terceiro posto e está 20 pontos atrás do novo ponteiro na tabela, o francês Fabio Quartararo.

O segredo de Viñales é entender se o desempenho ruim em Portimão foi um tropeço pontual ou uma mais uma queda vertiginosa após começar bem a temporada. Entrando em seu quinto ano na Yamaha, esse cenário não é novidade para o espanhol. Em 2017, por exemplo, teve três vitórias na cinco primeiras etapas e parecia encaminhado para brigar pelo título, mas uma sequência de resultados discretos o empurrou para terceiro na pontuação final.

Maverick Viñales segue em terceiro lugar no campeonato, mas 20 pontos atrás do líder (Foto: Yamaha)

VEJA TAMBÉM
⇝ Quartararo leva melhor em revanche com Portimão e mostra maturidade na MotoGP
⇝ GP às 10: Emoção humaniza e torna sofrimento de Marc Márquez palpável
Polêmicas em Portimão ligam alerta com novos painéis luminosos e limites de pista

Em 2020, Maverick foi segundo nas duas primeiras etapas do campeonato. Assim como o vencedor de ambas, Fabio Quartararo, parecia pronto para levar a Yamaha novamente às glórias, mas conseguiu apenas um outro pódio no restante da temporada, com a vitória no GP da Emília-Romanha. É isso que o piloto da moto #12 tenta evitar neste ano.

Para isso, reagir imediatamente é o segredo. Viñales precisa sacodir a poeira e voltar aos bons resultados já no GP da Espanha para não ficar ainda mais atrás da briga pelo título. Não há margem para mais resultados medíocres, a hora de tropeçar já passou na montadora japonesa.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

https://www.dailymotion.com/video/x80pz5m

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar